Manoel Júnior (PMDB) entrou na briga pela liderança do PMDB na Câmara Federal

Deputado paraibano é apontado como favorito para ocupar importante cargo na Câmara Federal

manoel jr federalO deputado reeleito Manoel Júnior (PMDB) entrou na briga pela liderança do PMDB na Câmara Federal. A disputa envolve, ainda, os deputados Danilo Forte (CE), Lucio Vieira Lima (BA) e Leonardo Picciani (RJ) e é paralela à corrida pela Presidência da Mesa Diretora. Júnior irá exercer o seu terceiro mandato consecutivo em Brasilia e foi reeleito com mais de cem mil votos..

Se o peemedebista Eduardo Cunha for eleito presidente da Câmara Federal,,Manoel quer ser líder da bancada do PMDB. O paraibano,é um dos coordenadores da campanha de Eduardo Cunha à Presidência da Câmara e é apontado como favorito pelo Jornal Correio Brasiliense.

A eleição está marcada para o dia primeiro de fevereiro e, no embate com os deputados federais Arlindo Chinaglia (PT) e Júlio Delgado (PSB), Eduardo Cunha dividiu a base aliada e, ao mesmo tempo, uniu a bancada do PMDB. Há dois anos, Cunha surpreendeu aliados do Palácio do Planalto ao conquistar a liderança da bancada do PMDB. Ele retratava naquele momento o sentimento dos colegas de partido com o tratamento do Governo Federal.

O nível de descontentamento é ainda maior e, mesmo com toda a força da máquina do Planalto na disputa pela Presidência da Câmara Federal, Cunha pode surpreender mais uma vez. É tudo o que o Palácio do Planalto não quer, nem deseja em um ano turbulento para a presidente Dilma Rousseff na economia, na base parlamentar e dentro do PT

O atual líder do PMDB e candidato à presidência da Câmara, Eduardo Cunha, tem pedido paciência aos colegas. Isso porque está quase integralmente mergulhado em sua campanha para a presidência da Câmara e não quer que a disputa interna que se avizinha por sua cadeira prejudique a disputa pela presidência da Casa.

Após o deputado Aguinaldo Ribeiro ter ocupado a liderança do Partido Progressista na Casa, Manoel que teve seus planos frustrados em outras ocasiões, agora vê a cadeira de líder do PMDB mais próxima do que nunca.

PB Agora