Deputado revela que vai pedir a oposição para votar contra a antecipação da eleição da Mesa Diretora da ALPB

Deputado revela que vai pedir a oposição para votar contra a antecipação da eleição da Mesa Diretora da ALPB

A antecipação da eleição para o biênio 2020/2022 da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), marcada para acontecer no dia 1º de fevereiro desse ano, foi criticada pelo deputado Moacir Rodrigues (PSL). Segundo o deputado, o caminho mais prudente é que a eleição para o segundo biênio desta legislatura seja realizada somente daqui há dois anos, evitando a precipitação de questões que não contribuem para o desenvolvimento da Paraíba.

“Nós não vamos aceitar qualquer tipo de imposição por parte de quem quer que seja. Temos ainda dois anos para conhecer a Casa, todos os deputados e principalmente trabalhar pela Paraíba. A Paraíba não pode ficar esquecida em detrimento de assuntos meramente políticos que não trazem melhora ao Estado. No que muda a vida dos paraibanos uma eleição para presidente da Assembleia? Nada! Então, não há motivos para haver essa antecipação”, disse Moacir Rodrigues.

Com esse pensamento, o deputado anunciou que vai pedir aos colegas deputados da oposição para votarem contra a proposta de antecipação da eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o 2º biênio. Ele argumentou que o processo precisa ser debatido com todos os parlamentares, e considerou absurdo antecipar um pleito. A reunião com os oposicionistas está marcaa para a próxima semana.

“Estou levando para nossa bancada o posicionamento para que formemos um bloco unificado, busquemos aliados, para que seja apresentada uma questão de ordem que possibilite o debate e a apresentação de medida jurídica para impeça a antecipação da eleição da mesa para o próximo biênio”, afirmou.

O deputado do PSL disse que vai propor que a eleição do 2º biênio seja realizada no tempo oportuno, e com amplo debate envolvendo todos os parlamentares.

“Nós não vamos aceitar qualquer tipo de imposição por parte de quem quer que seja. Temos ainda dois anos para conhecer a Casa, todos os deputados e principalmente trabalhar pela Paraíba. A Paraíba não pode ficar esquecida em detrimento de assuntos meramente políticos que não trazem melhora ao Estado. No que muda a vida dos paraibanos uma eleição para presidente da Assembleia? Nada! Então, não há motivos para haver essa antecipação”, disse Moacir Rodrigues.

Moacir ainda destacou que os 12 novos deputados eleitos foram impedidos de participar desse processo que foi marcado pela forte ingerência do Poder Executivo Estadual. “Aceitar toda essa imposição e ser conivente com a antecipação da eleição da Mesa Diretora para o biênio 2020/2022, não deve ser o caminho da oposição.

Redação com assessoria