Deputado Veneziano acredita que oposição atingirá votos necessários para impeachment da presidente Dilma

Deputado Veneziano acredita que oposição atingirá votos necessários para impeachment da presidente Dilma

vene democracia O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) decidiu esta semana seguir o seu partido e votar a favor do impeachment da presidete Dilma Rousseff (PT). Em entrevista concedida a Rádio Caturité AM direto de Brasília, o parlamentar disse que não tem como definir o resultado da votação que acontecerá no próximo domingo (17), mas pensa que os apoiadores pelo afastamento da presidente possam superar à margem dos 342 votos.

Veneziano disse ainda que é necessário que haja um paradeiro e afirma que não tem como arrastar o Brasil além do que foi enfrentado nos últimos meses.

-Nós estamos no processo de recessão continua. Em 2016 deve ser maior a queda do PIB, 2017 a perspectiva é zerar o crescimento do país para ter só a partir de 2018. Quando fala sobre queda do PIB, fala sobre diminuição de atividade produtiva. Quando fala da diminuição de atividade produtiva, fala sobre desemprego. Nós tivemos nesses últimos 18 meses quase R$10 milhões de novos desempregados. Isso tem um significado tremendo porque é um efeito cascata, é um encadeamento. Temos baixa atividade na economia, tem desemprego e com o desemprego tem famílias sem receitas, sem receitas têm diminuição do consumo e com diminuição do consumo tem novos desempregos – explicou.

O deputado contou que não há credibilidade no governo e para investidores é extremamente prejudicial.

Ele conta que as três agências que acompanha a capacidade dos países de cumprir com suas obrigações rebaixaram a nota do Brasil, tornando pouco acreditado ou mal pagador.

– Torço para que isso tenha um ponto final. A recuperação não imediata é um processo lento, mas é preciso que tenha seu inicio – concluiu.

Nota – Esta semana Veneziano anunciou o seu posicionamento em relação à votação do próximo domingo (17), quando os parlamentares analisarão o relatório do deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO), que pede o afastamento de Dilma Rousseff (PT) do cargo de presidente da República.

Em nota publicada pela sua assessoria de imprensa, Veneziano explicou sua decisão e disse que estava acompanhando a maioria quase que unânime do PMDB. Ele reforçou que estava tomando a decisão com “responsabilidade política, convencimento jurídico e compromisso público”, firmando a sua convicção “sem ingerências ou pressões”.

PBAgora