Deputados prestam homenagem a Marcelo Déda e debatem recursos da Saúde - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Deputados prestam homenagem a Marcelo Déda e debatem recursos da Saúde

ze aldVários deputados estaduais ocuparam a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), durante a sessão ordinária desta terça-feira (3), para lamentar o falecimento do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), ocorrida nesta segunda-feira (2). Os parlamentares também aproveitaram para debater a destinação de recursos orçamentários para a área de saúde e para elogiar ação da Polícia Militar por prisão de quadrilha acusada de roubar malotes de um carro-forte, entre outros assuntos.

O deputado Carlos Dunga (PTB) foi o primeiro a ocupar a tribuna da ALPB. Ele apresentou Voto de Pesar pela morte do governador Marcelo Déda. Segundo o petebista, foram oito anos de convivência com Déda no Congresso Nacional, em Brasília, na época em que os dois eram deputados federais.

“Tive uma grande convivência com Marcelo Déda. Foi deputado estadual, federal, homem que lutou e estruturou o PT sergipano, que enfrentou dificuldades e que teve o referendo popular. Um simples militante, homem do povo, que saiu do parlamento para tornar-se governador por duas vezes”, discursou Dunga.Domiciano Cabral (Democratas), que presidia a sessão, se acostou ao voto apresentado por Carlos Dunga e também destacou os anos que passou ao lado de Marcelo Déda no Congresso Nacional. Para Frei Anastácio (PT), o governador sergipano foi um grande homem que honrou a história política do PT a nível nacional e que construiu o partido no Estado de Sergipe.

O líder da oposição, Anísio Maia (PT), foi outro a lamentar a morte de Marcelo Déda. “Um homem que dispensa comentários na política, oriundo do parlamento, que tive o prazer de conviver por vários anos na militância do PT”, disse o petista que ainda convidou os demais colegas de parlamento para prestar um minuto de silêncio em homenagem ao ex-governador.

Dia do Portador de Deficiência
O deputado Ivaldo Morais (PMDB) destacou a passagem do Dia Internacional do Portador de Deficiência, nesta terça-feira. O peemedebista ainda lamentou que o Governo do Estado não tenha iniciado a reforma da Escola Estadual Ezequiel Fernandes, no município de Junco do Seridó. “A apesar da reforma da estrutura ter sido incluída no Orçamento Democrático Estadual para o exercício de 2013, mas até o momento nenhuma obra foi realizada”, disse.

Elogio à Polícia Militar
O líder do governo, Hervázio Bezerra (PSB) destacou a ação da Polícia Militar, no último dia 29 de novembro, que ocasionou na prisão em flagrante de três acusados de roubar malotes de um carro-forte que estava abastecendo a agência do Banco do Brasil, no Centro de Cabedelo. Segundo o socialista, é preciso não só criticar, mas elogiar as ações na área de segurança pública, “principalmente quando se prendem bandidos fortemente e de alta periculosidade”.
“É importante fazer a crítica construtiva, mas quando a Polícia acerta é nosso papel também destacar, reconhecer o trabalho desses policiais que prenderam elementos fortemente armados e preparados, que vieram de fora para atuar em nosso Estado. Que sirva de recado para outros que pensem em vir à Paraíba explodir caixas eletrônicos ou assaltar carros fortes”, disse Hervázio.

Menos recursos para a Saúde
Bado Venâncio (PEN) voltou a destacar, na tribuna, a queda de investimentos na área de saúde, por parte do Governo do Estado. Segundo ele, o secretário de Estado da Saúde, Waldson de Sousa, tenta desqualificar o levantamento realizado por ele junto ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), por meio do Sistema de Apoio ao Gerenciamento de Restaurantes e Similares (Sagres).

“A verdade é crua e dói a quem tem que responder por ela. Não tiro palavra nenhuma do que disse, pois, são números reais. Uma queda vergonhosa de investimentos na saúde pública da Paraíba. Uma queda de R$ 121 milhões em 2009 para R$ 100 milhões em 2012, e apenas R$ 7 milhões até novembro de 2013, é verdadeiramente um caos”, lamentou.

Por sua vez, o deputado Hervázio Bezerra (PSB), argumentou que os números retirados do Sagres pelo deputado Bado Venâncio, não estão conclusos. “Estou fazendo esse levantamento e, em breve, voltaremos a debate o tema nesta casa”, argumentou o líder do governo.

Retaliação 
O deputado José Aldemir (PEN) lamentou a exoneração da servidora Luize Albuquerque Bezerra do cargo de chefe do Núcleo de Apoio Administrativo da 9ª Gerência Regional de Educação do Governo do Estado, ocorrida no dia 28 de novembro. Segundo o parlamentar, o ato teria sido uma retaliação a um elogio público da funcionária, em apoio a ele.

“Um profissional ilibada que fazia um grande trabalho na região, de família tradicional. Portanto, eu desafio publicamente o governador Ricardo Coutinho a mostrar um ofício assinado pela servidora Luíza Albuquerque solicitando a exoneração para afirmar que foi a pedido. Se ele mostrar, eu renuncio o meu mandato. Assuma os seus atos com dignidade que isso que a população espera de um governante”, disse o deputado.

Previsão climatológica
O deputado Assis Quintans (Democratas) voltou a destacar a preocupação da ALPB em relação à gestão de recursos hídricos no Estado e na região do semi-árido nordestino. Ele convidou os demais parlamentares para participarem de Seminário nos dias 19 e 20, em Campina Grande, que vai discutir as previsões climatológicas para 2014. “Irá ocorrer à convergência de todos os meteorologistas, onde eles irão apresentar a expectativa das chuvas para o próximo ano, que esperamos que sejam acima da média, apesar de alguns cientistas já preverem a baixa expectativa de chuvas”, comentou.

Texto: Ângelo Medeiros
Fotos: Aguinaldo Mota

Asssessoria