Deputados que deixaram a base de Ricardo na AL podem perder o apoio de prefeitos do interior

Edmilson soares llDepois do prefeito de Cuitegi, Guilherme Madruga (PSB), outros gestores municipais aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB) devem romper politicamente com os deputados estaduais que estão deixando a bancada governista na Assembleia Legislativa, para apoiar à pré-candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Informações obtidas com exclusividade pelo Portal Paraíba Já, dão conta de que o prefeito de Pedras de Fogo, Dedé Romão (PSB), deve anunciar nos próximos dias seu rompimento com deputado Branco Mendes (PEN).

Outro deputado que pode perder apoio em decorrência do afastamento da bancada do governador Ricardo Coutinho, é Edmilson Soares (PEN). Pelo que o Paraíba Já apurou, os prefeitos dos municípios de Lucena, Marcelo Monteiro (PSB), e de Barra de Santa Rosa, Fabian Dutra (Fabinho, do PSB) já teriam conversado com o cúpula da legenda socialista para passarem a apoiar outros postulantes a uma cadeira na Assembleia Legislativa.

“Temos recebido a sinalização de outros prefeitos, que não concordam com a forma como os parlamentares têm deixado à base aliada do governador”, disse um dirigente do PSB, que preferiu não adiantar nomes de outros gestores.

Recentemente, o prefeito de Cuitegi, Guilherme Madruga, anunciou seu rompimento político com a deputada Léa Toscano (PSB), que decidiu deixar a base de sustentação política do governador Ricardo Coutinho para apoiar a pré-candidatura do PSDB ao Governo do Estado.

Por João Thiago
Paraíba Já