Descontente com colega de partido, pré-candidato do PMDB alfineta Trócolli: “Ele é empregado do governo”

manoel jr,O deputado federal Manoel Júnior, pré-candidato do PMDB para disputar a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) nas eleições deste ano, criticou a atuação do seu companheiro de partido, o secretário de Articulação do Governo, Trócolli Júnior, na tentativa de aliar o PMDB ao PSB no pleito municipal.

Trócolli defende que a aliança existente entre o PMDB e o PSB no âmbito estadual seja mantida também em João Pessoa e já no 1º turno. “Hoje faço parte da bancada do governo e irei trabalhar para que a aliança entre o PMDB e PSB seja mantida, já para o primeiro turno das eleições”, afirmou o deputado licenciado, que articula para que o PMDB apóie o pré-candidato do PSB, o atual secretário de Estado de Infraestrutura, João Azevedo.

No entanto, o deputado federal Manoel Júnior tratou logo de não demonstrar proximidade com o secretário de Articulação e classificou sua relação com Trócolli como uma “amizade longínqua”, mesmo após, segundo o deputado, seus familiares terem votado em Trócolli Júnior para deputado estadual. Manoel Jr. fez questão de deixar claro que o seu partido, o PMDB, terá candidato à PMJP, negando a possibilidade de aliança com o PSB. “O PMDB de João Pessoa já decidiu que nós teremos candidatura própria, queira o ‘todo poderoso’, chefe do deputado Trócolli Júnior, o governador Ricardo Coutinho ou não queira”, disse o deputado federal.

O pré-candidato ressaltou que quem deverá avaliar a atuação do PMDB nas eleições é a população de João Pessoa e acrescentou que o partido fará alianças transparentes. “Essa candidatura será recheada de alianças compostas às claras, sem subterfúgio e sem esse tipo de procedimento escuso de tentar fazer com que os partidos se inibam de participar do processo eleitoral”, concluiu o deputado.

PB Agora