Júnior Baiano, de 44 anos, tenta dar prosseguimento à sua carreira de treinador

Desempregado desde que deixou o Santa Helena, Júnior Baiano desabafa: ‘O pessoal só quer te usar para se promover’

junior baianoJúnior Baiano está desempregado

Ídolo das torcidas de Flamengo e São Paulo, o ex-zagueiro Júnior Baiano, de 44 anos, tenta dar prosseguimento à sua carreira de treinador, mas tem encontrado dificuldades no ramo. Desempregado desde 2012 quando deixou o Santa Helena, de Goiás, Baiano resolveu desabafar, em entrevista ao Jogo Extra.

– No momento estou na Bahia, descansando. Mas já estou descansando há bastante tempo. Quero trabalhar, mas está complicado. Não apareceu nada maneiro depois do Santa Helena. O pessoal quer te usar para se promover. Não te dá uma estrutura boa para trabalhar. A questão não é nem dinheiro, mas sim estrutura – disse Júnior Baiano.

No Santa Helena, em 2012, o ex-jogador fez um bom trabalho. Em 16 jogos, somou oito vitórias, dois empates e seis derrotas. Classificou o clube para a semifinal da Divisão de Acesso do Campeonato Goiano, fato que surpreendeu a todos.

– Quando eu jogava não pensava em ser treinador depois da carreira. Mas os anos foram passando, a gente vai ficando mais velho e experiente, e eu mudei o meu pensamento – conta Baiano.

Pelo Flamengo, Júnior Baiano tem como principais títulos a Copa do Brasil de 1990 e o Brasileiro de 1992. Pelo Vasco, tem no currículo o Campeonato Brasileiro de 2000 e a Mercosul do mesmo ano. No São Paulo, levantou os caneco da Recopa Sul-Americana em 1994 e no Palmeiras conquistou a Libertadores em 1999 e a Mercosul de 1998. Ele disputou a Copa do Mundo de 1998 pela seleção brasileira.

Extra