Desmascarado, Romero é preso pelo filho na frente da TV e quase sai linchado

romero presoA vida dupla de Romero (Alexandre Nero) chega ao fim em A Regra do Jogo, novela das nove da Globo. Ele será humilhado, agredido e preso diante do público e de câmeras de TV no capítulo do próximo dia 5. Após Dante (Marco Pigossi) descobrir que o ongueiro faz parte da facção e revelar isso a Toia (Vanessa Giácomo), ela planejará sua vingança contra o marido. A mocinha e o policial vão armar a prisão do ex-vereador durante a inauguração de um hospital no Morro da Macaca.

No evento, Toia anunciará no microfone quem é Romero Rômulo: “Um assassino que foi responsável pela morte do meu pai e de mais um monte de gente”, dirá, antes de dar um tapa nele. Moradores vão se revoltar e tentarão linchar o bandido, mas a polícia conterá a população.

A primeira semana de fevereiro será forte em A Regra do Jogo. Começará com Toia descobrindo que está grávida e, em seguida, que o homem com quem ela se casou sempre a enganou. Com sede de vingança, ela arquitetará junto com Dante a prisão dele. A gerente da Caverna da Macaca passará duas noites dormindo com Romero se segurando para não partir para cima dele, fingindo que tudo continua igual.

Dante é quem vai desmascarar o pai para a mocinha. Ele mostrará o vídeo gravado por Atena (Giovanna Antonelli) de Romero negociando com Tio (Jackson Antunes). “Ser preso é pouco pro Romero. Quero ter o prazer de ver a máscara dele cair na frente de todo mundo que sempre comprou a imagem dele de santinho”, afirmará a jovem.

O policial providenciará o mandado de prisão, mas temerá que o plano vá por água abaixo por causa de Toia. Só que ela deixará claro que conseguirá ter sangue frio para colocar a prisão “show” de Romero em prática. “Eu me casei com o assassino do meu pai e tô grávida dele. Chega! Chega! Eu quero ver o Romero no chão e quero pisar na cabeça dele! Nem que seja a última coisa que eu faça nessa vida”, prometerá.

Adisabeba (Susana Vieira) será sua confidente nesse período. O telespectador vai viver o suspense de Romero, que não ficará sabendo de sua prisão, apesar de a notícia se espalhar. Atena e Ascânio (Tonico Pereira) vão ouvir da boca de Toia, já Gibson (José de Abreu) ficará sabendo pelo neto. Todos estarão na hora do “show”.

Espetáculo

A imprensa e moradores da Macaca estarão diante de um palco quando Romero fizer seu discurso e passar a palavra para Toia. “O que eu queria dizer é que por trás dessa fachada toda, por trás dessa pele de cordeiro, tem um lobo escondido! Romero Rômulo é na verdade um bandido! Um assassino que foi responsável pela morte do meu pai e de mais um monte de gente, na chacina de Seropédica! Um assassino que talvez também esteja por trás da morte da Djanira [Cassia Kis]”, vai declarar Toia.

“Calma, gente! Toia, que isso? Que que você tá fazendo?”, questionará ele, pasmo. “Justiça! Tô te dando o que você merece, seu monstro”, esbravejará ela, dando uma bofetada na cara dele.

Dante surgirá na frente dos dois. “Filho! Isso é tudo mentira, eu não sei que que deu na Tóia, essa mulher tá surtada”, vai disparar Romero, desesperado. “Não adianta mais mentir, pai. Você não engana mais ninguém. A gente tem provas de tudo que ela disse. Eu tô com o seu mandado de prisão. Você tá preso, Romero Rômulo”, falará o policial.

Revolta e indignação

O capítulo terminará com o close de Romero em choque. Os moradores começarão a gritar: “Bandido, Justiça”. Dante algemará o pai e ordenará a dois policiais para conduzir Romero até o camburão. “Que é que você tá fazendo com seu pai, filho?”, perguntará Romero. “Justiça! Tô prendendo o pior bandido que eu já conheci”, responderá Dante.

Romero pegará o microfone e falará: “É tudo um engano! Isso é uma tremenda injustiça. Eu tô sendo vítima de uma campanha difamatória. Eu vou provar. Eu posso provar pra vocês. Eu vou provar”, dirá. “Acabou, Romero! Você não enrola mais ninguém! A polícia tem provas que você é um marginal, um assassino”, falará Toia, arrancando o microfone da mão dele.

“Minha vontade era te matar! Mas vai ser melhor ver você atrás das grades, no meio dos bandidos que você fingia que recuperava! Dividindo uma cela imunda com mais 30, 40, 80! Eu quero ver você ardendo no inferno de uma prisão, pagando por todos os seus crimes”, gritará, emocionada.

Ele acusará Juliano de ter armado essa “mentira”. “Cala a boca, seu animal! Nunca mais eu quero ouvir o nome do Juliano saindo da sua boca imunda”,  dirá Toia, dando outro tapa nele.

Dante vai conter as lágrimas e será abraçado por Toia. Nisso, Romero será atingido por uma garrafa plástica. “Tira ele logo daqui, antes que linchem ele.” O ex-vereador será conduzido até o carro da polícia, com as pessoas tentando quebrar o cordão de segurança para agredi-lo.

A sequência terminará com um repórter de TV dando a notícia. “O que era pra ser um simples lançamento das obras de um hospital pediátrico no Morro da Macaca acabou de forma surpreendente, com a prisão do ex-vereador e ativista de direitos humanos, Romero Rômulo. Ao que tudo indica Romero, que se fazia de herói para a população recuperando ex-presidiários, na verdade recrutava, através de sua fundação, bandidos para agirem na facção criminosa da qual ele próprio faz parte.”