Diretor do DER fala dos riscos de desabamentos de pedras na Serra de Teixeira, no Sertão paraibano

O risco de desabamentos de rochas na Serra de Teixeira no Sertão paraibano, ganhou repercussão nesta semana com a queda de pedras em alguns trechos. Quem comentou esse risco e falou das ações para evitar acidentes num dos trechos mais perigosos das estradas que cortam a Paraíba foi o diretor de Operações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Armando Marinho.

“Isso só está acontecendo esporadicamente na Serra de Teixeira, principalmente porque choveu, e sempre que inicia colocamos uma equipe para solucionar o problema. Os próprios motoristas e o pessoal da região comunicam ao DER que manda a equipe para retirar as pedras”, disse Armando.

Na última terça-feira, motoristas que transitavam pelo local se depararam com várias pedras que despencaram na rodovia: um risco para a segurança de quem costuma circular na região. Equipes do DER estiveram nestes locais para a retirada dos materiais sobre o asfalto. Conforme disse Armando por enquanto, não há risco de novos desabamentos. Mesmo assim, estão sendo monitoradas pelos técnicos da Residência Rodoviária do município de Patos. “Quando chove, é comum acontecer de uma ou outra pedra deslizar. Se a chuva for muito forte, tem umas pedras consideráveis, mas até o momento não houve nada grave”, pontuou.

PB Agora