Diretoras de presídio e advogado são presos por suposta emissão de atestados falsos, revela Seap - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Diretoras de presídio e advogado são presos por suposta emissão de atestados falsos, revela Seap

valber virgolinoA Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap) e Polícia Civil deflagraram uma mega operação denominada de “Remição’ na cidade de Campina Grande na manhã desta quinta-feira (23). A diretora e adjunta do Presídio Regional Feminino e um advogado foram presos por envolvimento em suposta emissão de atestados falsos para beneficiar detentas. Duas presas também foram detidas. Foram cumpridos nove mandados de prisão temporária e um de busca e apreensão.

Segundo as primeiras informações divulgadas pela Seap, o serviço de inteligência da Secretaria abriu investigação para identificar uma suposta organização que facilitava a emissão de atestados. Esses documentos eram emitidos, segundo a Seap, pela direção do presídio – de forma ilícita – para beneficiar a regressão de pena de algumas detentas.

– Fizemos o levantamento e repassamos as informações para a Polícia Civil. Foram expedidos mandados de prisão temporária e todos foram cumpridos – disse Walber Virgolino, secretário de Administração Penitenciária.

Os presos estão na Central de Polícia de Campina Grande, mas deverão ser levados para a sede do 2° Batalhão de Polícia Militar. Participam dessa operação 30 policiais civis da Paraíba e às 9h será concedida uma coletiva de imprensa no Auditório da Central de Polícia, localizada no bairro do Catolé, em Campina.

A remição consiste no abatimento (redução) da pena pelo trabalho executado pela condenada na razão de um dia de pena por três dias trabalhados.