Diretores do sindicato textil realizam assembleia, forjam ata, destituem presidente e fazem farra com cheques em nome do sindicato em Santa Rita - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Diretores do sindicato textil realizam assembleia, forjam ata, destituem presidente e fazem farra com cheques em nome do sindicato em Santa Rita

SinticalO atual presidente do sindicato dos trabalhadores da indústria dos calçados em Santa Rita -Sintical, Sebastião Bastos, o popular Bastinho do sindicato, denunciou nesta última quinta-feira (9), na emissora de rádio 100.5 FM Líder, que sofreu um golpe por parte dos companheiros que fazem a direção do sindicato realizando uma assembleia sem comunicar ao presidente, uma ata falsa, realizando uma verdadeira farra de cheques no comercio em nome do sindicato para inviabilizar eleição que se aproxima em Março de 2014.

Sebastião Bastos disse que esse grupo orquestrado que fazem parte da direção, unidos com uma facção do partido dos trabalhadores, apoiado pelo executivo municipal, pelos quais, sou vereador em Santa Rita, e faço parte do grupo de oposição na Câmara Municipal ao prefeito Reginaldo Pereira, e por perseguição a minha pessoa  Sebastião Bastos, me destituíram do cargo que foi construído ao longo de 20 anos com os operários em Santa Rita, denunciou o Sebastião Bastos.

Na semana passada o presidente eleito pela categoria convocou uma assembleia para discutir a situação de crise interna, para tanto, foi eleito uma comissão eleitoral composta pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato Textil de João Pessoa e pelo Sindicato dos Servidores (SINFESA) de Santa Rita, os quais são filiados  para acompanhar o processo eleitoral. Na nova assembleia foi discutido com os trabalhadores da indústria calçadista  a participação nos lucros e resultado da empresa (PLR), esse acordo foi construído entre a Indústria e o Sindicato, os trabalhadores sindicalizados têm procurado a minha pessoa e cobrado a participação do lucro de janeiro a dezembro de 2013, após esse golpe, á eleição que se aproxima em março, inviabilizou o diálogo com os trabalhadores e que todos sabem da farsa acontecida para prejudicar o presidente no sindicato, e com isso, a direção golpista não compareceu á assembleia com medo da verdade, resaltou o atual presidente deposto do cargo.

O presidente destituído se dirigiu ao gerente da Caixa Econômica e apresentou  boletim de ocorrência e todas as certidões do Ministério do trabalho, explicou ao gerente do banco que foi realizada uma nova assembleia, dos quais, 61 sindicalizados por unanimidade desautorizou que a direção sem eleição emitisse cheques para não prejudicar o sindicato que tem suas contas em dia aprovada pela assembleia, apresentei toda documentação que me legitima presidente até 28 maio, o grupo golpista continuam cometendo arbitrariedade e a Caixa Econômica liberando cheques, a assessoria jurídica levou o caso a justiça e estou provocando também á Polícia Federal com base no estatuto contra a Caixa Econômica, os golpistas Joel Gonzaga de Barros e Tiago Araújo Costa todo documentado, alegou o presidente Sebastião Bastos.

Sebastião Bastos falou ainda da eleição que acontecerá em março e disse que a facção infiltrada dentro do sindicato tem como objetivo que haja o processo eleitoral sem que ele o atual presidente Sebastião Bastos, fique fora do cargo, porque é da base de oposição no parlamento que se opõe  ao prefeito de Santa Rita, e ficaria mais fácil derrotá-lo nas urnas denegrindo a imagem dele que não é verdade, os sindicalizados sabem da história do sindicato, alertou o presidente eleito nas urnas.

Por fim, Sebastião Bastos disse está tranquilo e aceito democraticamente mais uma chapa pra concorrer na eleição sem cometer safadezas como vem acontecendo e denegrindo a imagem do sindicato. Com a crise instalada para prejudicar o processo eleitoral fui obrigado a me afastar do parlamento Municipal por 120 dias para resolver assuntos particulares, sendo um deles, criados por dirigentes do sindicato incentivado pela facção do PT que apoiam o prefeito Reginaldo Pereira, concluiu Sebastião Bastos eleito presidente pelo voto direto em Santa Rita.

A reportagem do portal Paraíba Urgente tentou contato para ouvir a versão da outra parte, más não obteve sucesso, ficando assim exposto ao contraditório.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.