Dirigente partidário nega que vandalismo contra o Lyceu Paraibano foi praticado pelo PSTU e aponta ‘culpado’ - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Dirigente partidário nega que vandalismo contra o Lyceu Paraibano foi praticado pelo PSTU e aponta ‘culpado’

Dirigente partidário nega que vandalismo contra o Lyceu Paraibano foi praticado pelo PSTU e aponta ‘culpado’O presidente estadual do PSTU, Antônio Radical, negou nesta quinta-feira (20) que o partido tenha ligação com o ato de vandalismo cometido contra o Lyceu Paraibano na madrugada de hoje. A fachada e o muro do colégio, que é tombado como patrimônio histórico da Paraíba, amanheceu pichados com uma frase repudiando os R$ 0,10 centavos que serão diminuídos no preço da passagem na Capital paraibana.

“O PSTU não está no movimento para fazer isso. O PSTU está construindo o movimento junto com várias organizações em todo país em busca das reivindicações justas e que o poder público aceite essas reivindicações. É para isso que estamos no movimento”, destacou.

Radical alegou que as pichações devem ter sido realizadas por setores da “direita” para tentar criminalizar o movimento e colocar a população contra o protesto e atingir também o PSTU.

A frase, assinada como sendo do PSTU, faz alusão a redução de R$ 0,10 na tarifa do transporte público e dizia o seguinte: “Passe Livre Já!” “PSTU”, “Pa$$e Livre!”, “0,10 e o C….” e #VemPraRua.

O Lyceu paraibano será o ponto de concentração da manifestação que deve reunir milhares de pessoas em João Pessoa. O evento popular está programado para ter início às 16h

Os participantes irão marchar para o Parque Solon de Lucena e em seguida seguirão para a Avenida Epitácio Pessoa. Numa página do Facebook, mais de 30 mil já haviam confirmado presença no movimento.

 MaisPB