João Pessoa 27/05/2019

Início » Câmara em foco » Disputa pela PMCG em 2020 pode estremecer relação de Eva e Ludgério

Disputa pela PMCG em 2020 pode estremecer relação de Eva e Ludgério

A disputa pela prefeitura de Campina Grande, em 2020, está distante, mas os debates sobre a sucessão na cidade já começam a esquentar nos bastidores. O deputado estadual Manoel Ludgério, do PSD, é um dos que tem externado o desejo de disputar a cabeça da chapa. Inclusive já cobrou o apoio do atual prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), como gesto pela fidelidade de décadas ao grupo Cunha Lima. Mas não é apenas a Romero que Ludgério cobra reciprocidade.

Em entrevista na tarde desta terça-feira (12), Ludgério também deixou claro para a presidente de sua legenda, Eva Gouveia (PSD), que vai querer que o partido dê legenda para que ele possa entrar na disputa na Rainha da Borborema. O parlamentar lembrou que á época em que o deputado federal Rômulo Gouveia (in memoriam) faleceu, ele fez o gesto de abdicar da presidência, convocar novas eleições e indicar Eva, viúva de Rômulo para o posto, e, no próximo pleito, nada mais óbvio de que a reciprocidade do gesto ser retribuída.

“Se eu fosse ganancioso, desrespeitoso, eu teria ficado no comando do partido, modificado todo o diretório e não teria nenhum tipo de problema. No entanto eu acredito que gentileza, lealdade se retribui com lealdade, correção se paga com correção e tenho absoluta confiança de que a presidente do meu partido, Eva Gouveia, jamais se passará para negar a legenda para que eu possa disputar as eleições de prefeito em Campina Grande”, ressaltou.

Ludgério arrematou afirmando que quer ser prefeito de CG porque o momento dele chegou.

“Não vou impor a vontade ao povo, mas chegou a hora que eu possa também ter o direito de disputar as eleições”, arrematou.

PB Agora