Dólar cai 1% e volta a R$ 3,50 após dados ruins dos EUA

dolar cai dolarNa semana, no entanto, a moeda americana acumulou alta de 1,83%

O dólar fechou com queda de 1% e voltou ao patamar de 3,50 reais nesta sexta-feira, após o mercado alimentar expectativas de que os juros nos Estados Unidos vão demorar mais para subir diante da divulgação de dados ruins sobre o mercado de trabalho na maior economia do mundo. No fim da sessão, o dólar recuou 1,04%, a 3,5030 reais na venda. Na semana, no entanto, a moeda acumulou alta de 1,83%.

“O dado dos EUA veio mais fraco e empurrou a expectativa de alta de juros mais para frente, o que favoreceu algumas moedas de emergentes”, disse o economista da corretora BGC Liquidez Alfredo Barbutti.

A abertura de vagas nos EUA em abril foi a menor em sete meses e muitos americanos deixaram a força de trabalho, sinais de fraqueza que levantam dúvidas sobre se o Federal Reserve, banco central do país, vai elevar os juros antes do fim do ano.

No Brasil, a tendência continuava sendo de queda para o dólar, diante do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Nesta tarde, a comissão especial no Senado aprovou parecer favorável à abertura do processo, como esperado. A votação vai a plenário na próxima semana.

Caso o impedimento seja aprovado pela Casa, o vice Michel Temer assume o comando do país interinamente e já deixou claro que o ex-presidente do BC Henrique Meirelles será seu ministro da Fazenda, o que agrada o mercado financeiro.

 

Bovespa – No mercado de ações, a Bovespa fechou estável nesta sexta-feira, após sessão volátil. A alta das ações de empresas produtoras de commodities, como Petrobras e Vale, foi contrabalançada pelo forte declínio dos papéis de varejo, com destaque para Lojas Americanas, e de exportadoras, como Embraer.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 0,03%, a 51.686 pontos, após oscilar entre queda e alta de cerca de 1%.

(Com Reuters)