Drama e desespero: moradores em Brumadinho passam horas sem informação sobre evacuação

Drama e desespero: moradores em Brumadinho passam horas sem informação sobre evacuação

Cerca de quatro horas depois de soarem as sirenes e avisos para que os moradores de Brumadinho evacuassem a área afetada pelo rompimento da barragem, moradores aguardavam informações e ajuda na manhã deste domingo (27).

Centenas de pessoas na comunidade Parque da Cachoeira foram para as ruas e passaram horas sem saber se deveriam deixar o local ou aguardar a chegada de bombeiros. Algumas casa e carros foram soterrados. Segundo estimativa dos bombeiros, cerca de 25 famílias moram na região.

Os moradores dizem que são cerca de 150 pessoas e alguns estão desaparecidos. Por volta de 8h30 chegaram ao local bombeiros civis que orientam as pessoas a deixar o local.

“Desde 5h30 estamos na correria, tirando o pessoal da área de risco. Agora muitos estão voltado porque não tem informação nenhuma. Tem pelo menos 20 casas enterradas, tem uma vítima ali embaixo, um morador aqui do bairro. Ninguém fala nada até agora e ninguém está dando suporte aqui”, contou Adilson Charles, morador do Parque da Cachoeira.

Por volta de 10h30 os bombeiros evacuavam a população da comunidade Parque da Cachoeira. Eles usaram a Unidade Básica de Saúde, a cerca de um quilômetro da beira do rio, como ponto de apoio.

Vídeo incorporado

Família relata que perdeu casa, carro e vários bens na lama, na comunidade do Parque da Cachoeira, em Brumadinho. Área ainda não foi evacuada, mesmo com o alerta das sirenes para o risco de novo rompimento de barragem.

em