Dunga diz que virose atrapalhou preparação para jogo contra o Paraguai.

seleção voaDunga grita com a seleção brasileira no Chile – JUAN MABROMATA / AFP

CONCEPCIÓN, CHILE – Abatido e medindo bem as palavras para não cometer nova gafe, o técnico Dunga tentou em vão justificar a eliminação da seleção na Copa América nas quartas de final. O treinador brasileiro conseguiu enxergar coisas positivas, numa atuação medíocre, que culminou com mais uma eliminação nos pênaltis, diante do Paraguai, como já acontecerá na competição de 2011.

Dunga tentou mostrar serenidade e disse que um problema médico atrapalhou a preparação da equipe para a partida de ontem em Comcepción.

— Não é desculpa, nem atenuante, mas 15 jogadores tiveram uma virose durante a semana e tivemos que limitar os treinamentos. Hoje era um jogo para termos velocidade e não conseguimos. Mesmo assim, conseguimos neutralizar a principal jogada deles. Tanto que eles só ganharam duas bolas aéreas — disse.

Os jogadores confirmaram que a tal virose atrapalhou, mas frisando sempre que não servia de desculpa pela eliminação. Robinho, que fez o gol brasileiro, foi enfático.

— Não gosto de ficar justificando. Virose atrapalha mas isso não explica a nossa eliminação. Demos bobeira. A gente poderia ter ganho o jogo com virose ou não.— afirmou o jogador, que se disse surpreso com sua substituição no fim do jogo. Éverton Ribeiro entrou para a disputa de pênaltis e acabou cobrando ridiculamente sua penalidade. — Achei que ficaria até o fim — disse Robinho.

O goleiro Jefferson, que começou a jogo muito inseguro, confirmou que foi uma das vítimas da virose:

— Peguei essa virose, todo mundo acordou com febre, dor de cabeça, moleza no corpo. Foi estranho porque foi todo mundo de um dia para o outro, afetou vários jogadores. Mas a gente não pode colocar isso como desculpa. Na verdade, acho que isso não afetou no resultado.

Lembrando sempre que apesar da eliminação a competição fora proveitosa para o Brasil em relação às eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, que começarão em outubro, o treinador lamentou a perda, todas por lesão, de cinco jogadores antes do início dos jogos no Chile:

— Vamos continuar o trabalho. Perdemos cinco jogadores para esse torneio e isso prejudicou muito . A experiência é sempre importante e isso conta. Mas foi ótimo se pensarmos nas eliminatórias. Agora aqueles que nunca tinham disputado uma Copa América sabem o que encontrarão pela frente.

Dunga não quis creditar a eliminação ao fato de ter perdido Neymar após o segundo jogo, contra a Colômbia.

— O Brasil ganhou poucas vezes a Copa América, mas, quando se perde, sempre falamos que faltou algo. Neymar é importante, mas temos outros jogadores de qualidade — disse Dunga.

  • A decepção de WillianFoto: Natacha Pisarenko / AP