Dunga Júnior lembra Dia Estadual de Ressuscitação Cardiopulmonar e diz que população precisa ter mais acesso às informações

dunga juniorAtendendo a uma propositura do ex-deputado Dunga Júnior, o dia 9 de novembro é dedicado à comemoração do Dia Estadual de Ressuscitação Cardiopulmonar na Paraíba. Dunga Júnior lembrou da importância de se promover campanhas educativas que conscientizem a sociedade e disse que atualmente as doenças cardíacas que constituem a principal causa de morte são responsáveis por cerca de 30% óbito no país. De acordo com ele, doenças cardiovasculares matam mais do que diversos tipos de câncer e os acidentes automobilísticos somados. “Todos os anos são registrados aproximadamente 360 mil mortes súbitas no Brasil, o que equivale a 986 mortes por dia e 1,4 mortes a cada dois minutos”, destacou.

 

Dunga Júnior disse que quando os primeiros procedimentos são adotados com agilidade as chances de sucesso se multiplicam. Segundo ele, para cada minuto sem ressuscitação cardiopulmonar a sobrevivência a uma fibrilação ventricular por parada cardíaca decresce de 7 a 10%. “Para termos uma ideia da importância da ressuscitação cardiopulmonar, quando o atendimento é feito esse decréscimo cai de 3 a 4 % por minuto”, revelou.

 

O ex-parlamentar disse que a sociedade é um parceiro importante nesta iniciativa e por isso deve está sempre bem informada e ter ao seu alcance políticas públicas de saúde que tratem do tema com habitualidade.

 

Assessoria