Edu Dracena estreia no Palmeiras onde atuou em final de Libertadores: ‘Especial’

edu-dracenaEdu Dracena foi um dos oito contratados pelo Palmeiras para 2016 (Foto: Divulgação/Agência Palmeiras).

O Palmeiras fará sua estreia em 2016, mesmo não se tratando de uma competição oficial. Quando entrar em campo nesta quarta-feira (20), no Estádio Centenario, em Montevidéu, por um quadrangular amistoso, para encarar o Libertad-PAR, só deverá ter um dos reforços contratados para a temporada entre os titulares. Mas exatamente ele, o zagueiro Edu Dracena, é quem tem uma ótima lembrança recente da arena uruguaia.

Em 2011, quando atuava pelo Santos, Edu Dracena ajudou sua equipe a empatar em 0 a 0 com o Peñarol-URU, na partida de ida da final da Taça Libertadores, mesma competição que o Verdão disputará neste ano. O triunfo por 2 a 1 na volta deu ao defensor seu único título da competição, mas a estreia pela equipe da capital já trará boas memórias ao camisa 3, conforme declarou ao portal Globoesporte.

“Com certeza (jogar no Centenario) é especial. Até porque (2011) foi um ano importante, em que conseguimos o título. Tomara que eu seja pé-quente novamente, e a gente traga o título (da Libertadores) para o Palmeiras”.

Apesar do caráter amistoso do torneio, que conta ainda com Peñarol-URU e Nacional-URU, Dracena valorizou a disputa como um estágio para a disputa continental, principalmente porque o mesmo Nacional está no grupo 2 da Libertadores, junto ao Palmeiras, Rosario Central-ARG e o vencedor de River Plate-URU e Universidad de Chile-CHI.

“Serve de espelho para o que vamos encontrar na Libertadores. São times que podemos enfrentar, vai ser muito válido o torneio. Espero que possamos nos preparar bem para fazer uma grande Libertadores”.

No quadrangular, a estreia contra o Libertad está marcada para às 19h30 (de Brasília) e a segunda partida do Palmeiras será no sábado (23), mas o adversário dependerá dos resultados desta semifinal: se o Verdão vencer, luta pelo título contra o ganhador entre os uruguaios, mas se perder, encara o derrotado na disputa do terceiro lugar.

Esporte Espetacular