Eixo Norte: Jeová diz que Ministério precisa resolver impasse com credores e propõe medida de segurança

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) comentou sobre a situação envolvendo as águas do Eixo Norte da transposição do rio São Francisco, que passou por intervenções irregulares de captação de água e prejudicaram a chegada das águas em algumas regiões.

“Não tem como testar uma nova bomba se você não tem água em Terra Nova, e a água deixou de chegar em Terra Nova por causa de atuação dos credores que fizeram intervenções irregulares, e não liberam mais água para Terra Nova. O Ministério precisa resolver isso, os credores devem receber o que realmente foi acertado”, explicou Jeová Campos.

Questionado acerca deste impasse entre credores e Ministério da Integração ser capaz de atrasar as obras da transposição, o socialista disse que é justamente o que a população não quer. “Estou fazendo o alerta justamente para não atrasar. Nós do Sertão não queremos que essa obra atrase. Cabe ao Ministério intermediar, negociar e resolver esse problema”, resumiu.

Já com relação aos furtos de água que acontecem ao longo dos canais da transposição do rio São Francisco, Jeová propôs uma medida.  “É preciso construir uma estrutura permanente de fiscalização ao longo dos canais dos eixos. Essa água é uma água cara, não tem sentido ela ser retirada se não for para um critério de utilidade pública, não pode ser para interesses particulares. A captação ilegal da água é completamente diferente da finalidade do projeto”, declarou.