Em "Amor à Vida", Bruno, Paloma e Paulinha se despedem de Glauce - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Em “Amor à Vida”, Bruno, Paloma e Paulinha se despedem de Glauce

AMOR E VIDAEm “Amor à Vida”, mesmo após descobrir que Glauce (Leona Cavalli) matou sua mulher e filho, Bruno (Malvino Salvador) ficará triste com a morte da médica. Ao lado de Paloma (Paolla Oliveira) e Paulinha (Klara Castanho), o corretor vai até uma igreja rezar pela alma da vilã. A cena deve ir ao ar dia 18 de dezembro.

O momento vai aproximar Bruno e Paloma, que ainda estarão separados.

Bruno — Paloma, vamos comprar flores. Em homenagem a Glauce.
Paloma — Mas eu não sei quando vai ser o enterro, a polícia ainda tem que liberar o corpo.

Bruno — Eu quero me despedir agora. Vamos comprar umas rosas brancas.
Paloma — Onde você vai depositar as rosas?
Bruno — Numa igreja. Mas antes, a gente vai buscar a Paulinha, a Glauce era madrinha dela.
Paulinha — Eu gostava da tia Glauce.
Paloma — Eu sei, Paulinha, foi muito triste o que aconteceu.

Bruno — A gente vai fazer uma última homenagem pra sua madrinha, minha filha.
Bruno — Eu vou colocar as rosas num vaso. Eu li, em algum lugar, que as rosas brancas simbolizam a alma.
Paloma — É um gesto lindo, Bruno.

Bruno — Eu peço, ao depositar essas rosas, que Deus olhe pela Glauce. E que, se as sombras tomaram o seu coração, como tomaram o meu também, quando eu soube de tudo… que essas sombras sejam desfeitas. Porque Deus…Deus sempre é sempre luz, é sempre amor.
Paulinha — Adeus, madrinha.
Paloma — Que os anjos estejam com você.

Bruno — Fica com Deus, Glauce.

 

  • TV Globo/DivulgaçãoEm “Amor à Vida”, Bruno, Paloma e Paulinha se despedem de Glauce

Assassinatos

Tudo começa quando Lutero (Ary Fontoura) recupera o prontuário da mulher de Bruno (Malvino Salvador), Luana (Gabriela Duarte), e descobre que a médica não solicitou o acompanhamento de um cardiologista durante o parto da paciente, mesmo sabendo que ela era hipertensa.

Lutero conta para Paloma, que revela tudo para Bruno. Transtornado, o corretor quase mata Glauce estrangulada.

Depois de brigar com Bruno e saber que pode perder seu registro de médica, Glauce marca um encontro com Félix (Mateus Solano) em um restaurante, conta que irá viajar e entrega uma carta ao vilão. Antes, ela bebe muito e mesmo assim insiste em dirigir. Ela bate o carro em um poste e morre na explosão do veículo.

“Uma carta que eu escrevi. Nela eu confesso que matei aquela pobre enfermeira, assim nenhum inocente será preso por minha causa. E conto tudo sobre a morte da primeira mulher do Bruno. Escrevi, e reconheci firma”, diz Glauce ao entregar o envelope para Félix.

“Eu me recuso a pegar essa carta, criatura. Assim nunca mais você vai poder voltar pro país”, diz o vilão. “Eu não pretendo voltar, só quero que saibam a verdade”. “Tá certo, se teve essa crise de consciência. Crises de consciência custam caro. A começar por esse jantar. Foi o melhor que eu tive na vida, em muitos anos”, finaliza Félix.

Após a morte da médica, todos descobrem que ela também mantou a enfermeira Elenice (Nathalia Rodrigues).

Amplia

Veja cenas de “Amor à Vida”65 fotos

64 / 65

Carlito (Anderson Di Rizzi) leva Valdirene (Tatá Werneck) em uma churrascaria, mas a periguete carrega Murilo (Emílio Orciollo Neto) e Jefferson(Celso Bernini). Uma fã aparece para pedir autógrafo de Carlito, que está ficando famoso como DJ de funk e Valdirene morre de inveja da fama, dizendo que ela roubou seu público. No ar em 17 de dezembro Leia mais Divulgação/TV Globo
UOL