João Pessoa 12/12/2018

Início » Esporte » Em clássico eletrizante, Dortmund vira sobre o Bayern e aumenta vantagem no Alemão

Em clássico eletrizante, Dortmund vira sobre o Bayern e aumenta vantagem no Alemão

De um lado a eficiência de Lewandowski. Do outro, o talento do experiente Reus e da sensação do momento, Jadon Sáncho. Com coadjuvantes de alto nível em ambos os times, o trio comandou um espetáculo de futebol no Signal Iduna Park, que terminou com virada do Borussia Dortmund por 3 a 2 sobre o Bayern de Munique.

Uma virada que faz o torcedor aurinegro sonha alto com o título da Bundesliga. Afinal, o Dortmund passou no teste maior na Alemanha e manteve-se invicto, com 27 pontos, sete de vantagem sobre o Bayern e quatro sobre o Borussia M’Gladbach, segundo colocado. Irá o domínio bávaro chegar ao fim em 2018/19?

Lewa desfaz o equilíbrio

O clássico começou com muita correria no Signal Iduna Park e com chances para os dois lados. O placar quase saiu do zero antes dos 10 minutos, quando Reus roubou a bola no meio-campo, disparou em direção ao gol e pecou apenas na hora de finalizar, chutando fraco em cima de Neuer.

O time bávaro também teve suas chances, sempre com Ribéry pela esquerda. Por duas vezes faltou capricho para o francês na hora da definição, para a sorte do Dortmund.

Em confronto movimentado e equilibrado, o Bayern acabou por ser mais eficiente. Depois de rondar a área do Dortmund aos 25 minutos, a bola caiu nos pés de Gnabry na direita, com muita liberdade para cruzar na direção de Lewandowski. Na sua primeira finalização na partida, o polonês se atirou de cabeça e acertou o canto para o 1 a 0.

Loucura, gols e virada

O primeiro tempo foi bom, e o segundo começou ainda melhor. Já no segundo minuto, Reus saiu de frente para Neuer, foi mais rápido que o goleiro a tocar na bola e cavou uma penalidade. O próprio atacante converteu a cobrança e deixou tudo igual.

A pressão aurinegra foi grande depois do empate e o segundo gol parecia estar maduro. Mas o Bayern foi mais uma vez letal e, em bom ataque pela direita, Gnabry deu de letra para Kimmich, que levantou na cabeça de Lewa. Livre na pequena área, não teve como o atacante perder: 2 a 1.

A resposta quase veio novamente com Reus. Jadon Sáncho gingou em cima de dois marcadores e tocou para o atacante completar em direção ao gol. A bola passou por Neuer, mas Kimmich se atirou de caminho na cobertura e salvou praticamente em cima da linha.

Apesar do golpe, o Dortmund seguiu pressionando e melhor na partida. Faltou a eficiência na frente mostrada por Lewa do outro lado. Em poucos minutos, o time da casa desperdiçou duas chances inacreditáveis. Na primeira delas, Sáncho fez tudo certo e deu o gol de presente para Alcácer, que conseguiu o mais difícil e se atrapalhou com a bola. Logo depois foi a vez de Reus mandar nas alturas na marca do pênalti.

Reus desperdiçou as chances mais claras e acabou por converter a mais difícil. Depois de cruzamento da direita, Reus pegou de primeira na entrada da área para acertar o canto oposto de Neuer, indefensável.

Aos 28 minutos, em contra-ataque armado por Sáncho, Witsel lançou com precisão para Alcácer, que desta vez não falhou de frente para o gol, decretando a virada aurinegra em um clássico eletrizante.

Nos acréscimos, o Bayern ainda balançou as redes com Lewandowski, e de letra! Mas o atacante estava dois passos a frente do penúltimo defensor e o gol foi bem anulado.

O Gol