João Pessoa 21/03/2019

Início » Notícias » Em discussão na Câmara de Sousa, presidente diz a vereador: “Aprenda, vá estudar o regimento”

Em discussão na Câmara de Sousa, presidente diz a vereador: “Aprenda, vá estudar o regimento”

Indignado com a atitude de Cacá Gadelha, Radamés Estrela frisou que o parlamentar já foi presidente e sabe que deve respeitar o Regimento Interno da Casa.

A Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sousa, Sertão do estado, desta quarta-feira 27/02, foi marcada pelo verdadeiro cala boca do presidente do Legislativo, o vereador Radamés Estrela (PDT) no parlamentar líder da oposição, Adilmar de Sá Gadelha (PSDB).

O clima esquentou quando Radamés Estrela estava fazendo a leitura de um Projeto de Lei Complementar de autoria do Poder Executivo, na ocasião, Cacá Gadelha o criticou. Em seguida, o presidente disse que está no Regimento Interno a dispensa de pareceres solicitado pela maioria. “O presidente tem que respeitar o requerimento da maioria e colocar o referido projeto em plenário para votação”, explicou Radamés.

Indignado com a atitude de Cacá Gadelha, Radamés Estrela frisou que o parlamentar já foi presidente e sabe que deve respeitar o Regimento Interno da Casa.

“Vossa Excelência me respeite. Corte o microfone dele aí. Vossa Excelência, eu tenho que respeitar o Regimento. Vossa Excelência já foi presidente. Aprenda, vá estudar o Regimento. Não venha passar aqui em cima da Mesa, não. Estude o Regimento, Vossa Excelência!”, disse o vereador Radamés Estrela.

Finalizando, Radamés Estrela ressaltou que respeita todos os vereadores. Ainda segundo ele, a Mesa Diretora tem obrigação de cumprir o Regimento Interno. “Não é o vereador Cacá querer se apresentar. Ele se apresente em cima de outros projetos de autoria dele. Da presidência ele não vai se apresentar aqui não. Porque a Mesa irá tomar as providências sim, vereador Cacá. Essa Câmara ainda não tem Comissão de Ética, vamos nos reunir e iremos criar. Ninguém mais admite, seja lá quem for atrapalhar os trabalhos da Mesa, afinal, estamos cumprindo o Regimento Interno”, pontuou.

Diário do Sertão