Em jogo de três pênaltis, Palmeiras e Atlético-MG empatam

Prass defendeu pênalti de Fred

Prass defendeu pênalti de Fred (Foto: Dudu Macedo/Estadão Conteúdo)

Em um jogo com três pênaltis, dois deles desperdiçados, Atlético-MG e Palmeiras empataram por 1 a 1 no Independência, em duelo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Deyverson e Fábio Santos marcaram os gols da partida. Deyverson também perdeu uma penalidade, assim como Fred.

Com o resultado, o Palmeiras foi a 37 pontos e segue em quarto. O Galo tem 30 e ocupado a nona posição

O Atlético-MG começou melhor e quase abriu o placar aos 20 minutos, quando Fernando Prass defendeu chute cruzado de Valdívia. Aos 27, o Galo teve uma oportunidade ainda melhor, depois que Egídio derrubou Alex Silva dentro da área. Para a sorte do Verdão, Prass defendeu a cobrança de Fred.

O Palmeiras saiu na frente na sua primeira oportunidade. Em jogada bem trabalhada, Moisés abriu para Willian, que driblou fácil Leonardo Silva e passou para Deyverson chutar na saída de Victor.

O gol de empate do Atlético-MG surgiu em outra penalidade máxima. Aos 39, Luan puxou a camisa de Leonardo Silva em cobrança de falta. Após a infração, o zagueiro palmeirense reclamou com o juiz Leandro Vuaden e recebeu o segundo cartão amarelo. Desta vez, Fábio Santos cobrou e não desperdiçou.

Apesar da desvantagem numérica, o Palmeiras conseguiu uma ótima oportunidade aos 10 minutos, no terceiro pênalti na partida, ocasionado em toque de mão infantil de Leonardo Silva. Deyverson – que não havia batido na eliminação na Libertadores contra o Barcelona-EQU – chamou a responsabilidade e parou em Victor.

O Palmeiras ficou com dois jogadores a menos aos 31, quando Willian foi expulso. Valdívia entrou duro em lance, por cima da bola. O alviverde se irritou e chutou o adversário, recebendo o cartão vermelho direto.

Band