Em jogo tenso e com VAR em ação, Palmeiras vence o Vasco

Foi um jogo tenso, com o VAR em ação, mas o Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 1, em São Januário. Lucas Lima e Luiz Adriano fizeram para os visitantes e Mayke, contra, descontou para os donos da casa. O resultado levou o Palmeiras aos 66 pontos, cinco atrás do Flamengo. Na próxima rodada, a equipe paulista enfrenta o Corinthians, em casa. O Vasco segue em décimo segundo com 39 e vai visitar o CSA. Gol contra deixa tudo igual O Palmeiras começou o jogo buscando mais o gol, que quase saiu em jogada de escanteio.

Lucas Lima cobrou no primeiro pau e Willian tentou o desviou, mas a bola foi para fora. O ímpeto inicial deu resultado aos 11 minutos. Matheus Fernandes tocou para Lucas Lima, que saiu cara a cara com Fernando Miguel. O meia palmeirense bateu, o goleiro defendeu e no rebote, o camisa 20 abriu o placar. O Vasco assustou em cobrança de falta de Fellipe Bastos.

O volante vascaíno encheu o pé de longe, a bola quicou e quase enganou Fernando Prass. Porém, o gol dos donos da casa saiu logo depois. Rossi cruzou rasteiro, Mayke se atrapalhou na hora de fazer o corte e jogou contra. O empate não abalou o Palmeiras, que tentou em chute cruzado de Zé Rafael. Fernando Miguel fez a defesa. Bruno César invadiu a área e tentou de direita, mas mandou para fora. No ataque seguinte,

Deyverson bateu forte e Fernando Miguel segurou. Aos 34, a defesa palmeirense vacilou, Guarín roubou a bola e ficou na boa para virar o jogo, mas chutou em cima de Prass e perdeu a última boa oportunidade do primeiro tempo.  VAR em ação O Palmeiras repetiu a estratégia do primeiro tempo: pressionar nos minutos iniciais.

Zé Rafael arriscou de fora da área e mandou à direita do gol. Em contra-ataque rápido, Yago Pikachu avançou e bateu muito forte, mas Prass defendeu. Após boa troca de passes, a bola chegou para Willian, que chutou cruzado, mas Fellipe Bastos se atirou nela e fez o corte. O Vasco teve ótima chance em falta na entrada da área, mas Danilo Barcellos jogou na barreira.

O Palmeiras quase fez o segundo quando Dudu foi na linha de fundo e colocou na cabeça de Luiz Adriano, mas o camisa 10 errou o cabeceio e a bola saiu.O alviverde seguiu pressionando e Zé Rafael fez boa jogada e chutou na trave. No rebote, Luiz Adriano desviou, mas para fora. Dudu serviu mais um companheiro e, dessa vez, Raphael Veiga finalizou em cima de Fernando Miguel.

Em novo ataque, Luiz Adriano ganhou dividida com Danilo Barcellos, se livrou da marcação de dois defensores e bateu por baixo do goleiro. O gol chegou a ser revisado pelo VAR e causou reclamação dos jogadores vascaínos. O zagueiro Leandro Castán foi expulso por reclamação, dificultando a vida do Vasco.

Nos acréscimos, Luiz Adriano fez jogada de pivô e tocou para Matheus Fernandes, que bateu de primeira com perigo. Zé Rafael escapou pela direita, fez boa jogada individual, mas finalizou mal. No último lance, Victor Luís apareceu no ataque e bateu longe do gol de Fernando Miguel. Fim de jogo em São Januário.

O Gol