Em noite de muito VAR e pouco futebol, Santos vence Bahia na Vila Belmiro

Cada vez mais firme no G4, o Santos recebeu o Bahia, na Vila Belmiro, buscando se manter perto do vice-líder Palmeiras. Com a bola rolando, o que se viu foi um jogo sem muitos requintes técnicos, mas com a presença do VAR em lances decisivos. O árbitro de vídeo anulou um gol para cada lado. Melhor para o Peixe, que marcou com Sánchez, de pênalti, e garantiu o triunfo: 1 a 0.

Com a vitória, o time comandado por Jorge Sampaoli chega a 55 pontos, abre oito pontos da primeira equipe fora do G4 e fica a cinco do rival Alviverde. Do outro lado, o Bahia acumula sua terceira derrota consecutiva e segue perdendo fôlego na luta pelo G6. Santos é melhor, tem gol anulado, mas não mexe no placar A velocidade e intensidade marcaram os primeiros minutos de bola rolando na Vila Belmiro.

O Santos partiu para cima e apostou nas investidas pelo lado esquerda, através das decidas do baixinho Soteldo. Do outro lado, o Bahia não deixou para menos. Com o time bem postado, os visitantes responderam na mesma moeda. Logo aos cinco, após recuperação no meio campo, Gilberto foi acionado, invadiu a área santista e bateu cruzado. Everson se esticou e fez a defesa.

Pouco depois, foi a vez de Élber cruzar para o centroavante tricolor, que mandou pela linha de fundo. A resposta santista foi letal. Aos 17, após bola levantada na área baiana, Gustavo Henrique recebeu e tentou a finalização. Douglas Friedrich fez a defesa e, no rebote, Eduardo Sasha mandou para dentro. Entretanto, o VAR analisou o lance e flagrou impedimento do atacante alvinegro.

Nada feito. Da metade para o fim da primeira etapa, o Peixe assumiu com o controle das ações, mas não conseguiu sufocar o adversário. Carlos Sánchez, duas vezes, Jorge e Sasha tiveram oportunidades, mas a rede não balançou na Baixada Santista. Sánchez marca, e VAR não permite o empate baiano Na volta do intervalo, o Peixe buscou imprimir um ritmo ainda mais intenso e chegou ao seu gol.

Aos sete minutos, Marinho invadiu a área do Bahia e foi derrubado por Juninho: pênalti. Na cobrança, Carlos Sánchez partiu para a bola e abriu o placar na Vila. Com a vantagem no marcador, o time da casa passou a ter mais espaços para atacar. Sasha tentou duas vezes e parou na defesa adversária.

A bola sobrou para Sánchez, que levantou pra Evandro. O meia, em grandes condições para finalizar, mandou pela linha de fundo. O tempo foi passando, e o Tricolor baiano, através das bolas paradas, foi ganhando terreno no setor ofensivo. Até que aos 36, depois de bola levantada, Moisés arrumou de cabeça para Juninho, que, de primeira, fuzilou a rede santista.

Seria um golaço, não fosse mais uma análise do VAR, que, em lance muito ajustado, anotou impedimento do zagueiro tricolor. Nos minutos finais, os visitantes até que tentaram imprimir um ritmo mais intenso na busca pelo empate, mas não encontrou forças para mudar o placar da partida. Fim de papo e vitória santista na Vila Belmiro.

O Gol