Em nova alta, dólar chega a R$ 3,65 com incertezas políticas

dólar nova altaMulher conta notas de dólar norte-americano em casa de câmbio

Após uma abertura volátil, o dólar se firmou em alta e chegou a atingir a máxima de 3,65 reais na manhã desta quarta-feira. O ajuste reflete as incertezas dos investidores com o cenário político doméstico e o fortalecimento da expectativa de que os Estados Unidos vai aumentar os juros em breve.

Por volta das 13 horas, o dólar avançava 0,7%, a 3,63 reais. Nesta terça-feira, a moeda americana fechou cotada a 3,60 reais pela primeira vez em doze anos e meio.

No cenário local, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, passa por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Dos 27 titulares da comissão, oito são investigados por Janot, perante o Supremo Tribunal Federal (STF), por suposta participação no esquema apurado pela Operação Lava Jato.

Já no cenário internacional, os Estados Unidos divulgou nesta manhã dados positivos sobre a retomada do crescimento econômico no país. Encomendas de bens duráveis tiveram alta de 2% em julho ante o mês anterior, bem acima da previsão de avanço de 0,1%. Além disso, as encomendas de junho foram revisadas para um crescimento de 4,1%, e não de 3,4% como antes havia sido calculado.

Veja