Em Washington, Guedes pede que EUA invistam no Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu nesta segunda-feira (18), durante discurso na Câmara de Comércio em Washington, que os empresários dos Estados Unidos invistam no Brasil.

“Vocês podem ir lá ajudar a financiar nossas rodovias, ir atrás de concessões de petróleo e gás. Daqui a três, quatro meses, vamos vender o pré-sal. Todos vão estar lá: chineses, americanos, noruegueses”, afirmou.

Segundo o ministro, o governo brasileiro “ama” os Estados Unidos, mas vai negociar com parceiros que tragam vantagens econômicas ao país. “O presidente [Bolsonaro] ama a América, e eu também, mas tenho dito a ele: ‘Vamos negociar com quem nos beneficia. É assim que eles [os americanos] fazem também”, ressaltou perante a empresários e investidores norte-americanos, no evento “Brazil Day”.

Guedes ainda lembrou que, ao contrário da China, o Brasil tem déficit comercial com o governo de Donald Trump. E pediu apoio para o país entrar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Agência Ansa