Empate com Senegal foi exceção em longo retrospecto favorável do Brasil contra africanos

Empate com Senegal foi exceção em longo retrospecto favorável do Brasil contra africanos

A seleção brasileira volta a enfrentar uma seleção africana neste domingo, depois do empate contra o Senegal na quinta. Apesar do resultado negativo, a equipe de Tite não deve se preocupar. Ao menos no que se refere a história. Afinal, o empate contra os senegaleses foi apenas a segunda vez que os brasileiros não venceram seleções africanas em toda a história.

Ao longo dos anos, foram 36 confrontos, com 34 vitórias brasileiras, um empate, exatamente no último jogo, e uma derrota para Camarões, em 2003. Na época, os brasileiros caíram na fase de grupos da Copa das Confederações para os camaroneses, que venceram com gol de Samuel Eto´o e acabaram vice-campeões.

Ao todo, o Brasil marcou 94 gols contra seleções africanas e sofreu apenas 15. Contra a Nigéria especificamente, a seleção só fez um jogo oficial, em amistoso em 2003. O Brasil, de Carlos Alberto Parreira, venceu por 3 a 0, gols de Gil, Luís Fabiano e Adriano.

O Gol