Empresário que filmou Berg comenta segundo vídeo: “Falei a verdade”

Autor do segundo vídeo onde o prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido), aparece supostamente recebendo propina, o empresário João Paulino de Assis, dono de um restaurante no município declarou que a entrega de um novo vídeo ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) foi feita com o objetivo de mostrar sua inocência.

Nesta quarta-feira (10), o empresário declarou que é preciso que a população de Bayeux entenda que ele está falando a verdade sobre o prefeito afastado. ““Eu espero que, com isso, a sociedade possa entender que estava havendo uma inversão de valores e eu que estava saindo no sentido pejorativo. Com esse novo vídeo, eu acredito que a sociedade vai perceber que eu falei a verdade”, disse.

PB Agora