Empresário Roberto Santiago entra com pedido de habeas corpus no STJ

A defesa do empresário Roberto Ricardo Santiago Nóbrega, preso na última sexta-feira (24), na terceira fase da operação Xeque-Mate, ingressou com um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) neste domingo (24).

O processo está sob a relatoria do ministro Felix Fischer e concluso para decisão. Santiago está detido na sede do 1º Batalhão de Polícia Militar, em João Pessoa.

Ele é apontado nas investigações do Ministério Público e Polícia Federal como integrante do setor financeiro de uma suposta organização criminosa que desviou recurso da Prefeitura de Cabedelo na gestão de Leto Viana, que também está preso.

A PF esclareceu que a prisão do empresário foi necessária para evitar possível coação a testemunhas. Ao decretar a prisão, o juiz Henrique Jácome disse que em liberdade o acusado poderia influenciar o depoimento de testemunhas para que prestem depoimentos favoráveis a ele em juízo.

“A prisão trará as testemunhas a serem ouvidas segurança contra investidas, de modo a garantir que os depoimentos retratem a verdade dos fatos”, ressaltou.

MaisPB