Empresários da construção civil se reúnem com parlamentar para discutir aumento abusivo de impostos para o setor. - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Empresários da construção civil se reúnem com parlamentar para discutir aumento abusivo de impostos para o setor.

20130225_203305[1]Profissionais da construção civil ( construtores, corretores e operários), se reuniram na noite desta Segunda (25) no salão da Igreja Palavra Viva, no Tibiri II, para discutirem junto com os vereadores do grupo dos 12 vereadores, atendendo um chamado do vereador Aurian Lima (PSB), no sentido de debaterem a situação crítica que vive o setor na cidade.

Os empresários e construtores externaram a preocupação da classe referente ao aumento abusivo dos impostos para o setor. Fazendo com que o outrora crescente mercado imobiliário da cidade estagnasse em uma freada brusca.  Uma retração de difícil reversão.

De acordo com a classe, esse aumento repentino nas taxas de alvará de construção, habite, ITBI, ISS,na planta, entre outros, tem gerado além da retração do mercado, o travamento de inúmeros empreendimentos que estão em andamento, novas construções e o que é pior: o fechamento de inúmeros postos de trabalho. Retirando o pão de cada dia de centenas de famílias na cidade dos canaviais.

Ao final da reunião, ficou acertado entre os representantes da classe e os vereadores Josa de Nezinho (PTC), João Júnior (PSB) Padí Leomar (PT) e Aurian Lima (PSB) que será marcado uma sessão especial na Câmara para tratarem amplamente da questão, visando se chegar a um entendimento com o executivo a partir do legislativo, no sentido de que sejam revistos, e , se possível, revogados esses aumentos abusivos.

“Esclarecemos as dúvidas dos amigos construtores e empresários, que geram centenas, chegando a milhares de empregos na cidade. E, de lá saímos com o compromisso de realizarmos uma sessão especial na Câmara Municipal, onde o requerimento já foi encaminhado por nossa assessoria, para que possamos juntar todos os envolvidos na questão e cheguemos a um consenso em torno da questão”. Afirmou o vereador Aurian Lima (PSB).

Lamartine do Vale com assessoria