Energisa reúne jornalistas em evento sobre o setor elétrico brasileiro - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Energisa reúne jornalistas em evento sobre o setor elétrico brasileiro

download (1)A Energisa Paraíba e a Energisa Borborema promoveram, na manhã desta quinta-feira (27), o evento“Por Dentro do Setor Elétrico”, reunindo a classe jornalística paraibana na sede do Grupo Energisa em João Pessoa, localizada na BR-230, Km 25, no Cristo Redentor. Na ocasião, os presentes puderam conferir três palestras que versaram sobre o trabalho da concessionária no Estado e em todo o Brasil, além de traçarem um panorama do setor elétrico atual.

O evento teve início por volta das 8h50 com uma breve abertura conduzida pelo diretor-presidente da Energisa Paraíba e da Energisa Borborema, Marcelo Silveira da Rocha, que fez considerações a respeito da atuação da empresa no Estado. “O Grupo Energisa tem cinco distribuidoras em todo o Brasil, sendo a Energisa Paraíba a maior delas, detendo 42% de nosso faturamento. Também somos a única empresa presente em todos os municípios paraibanos”, afirmou.

Ainda segundo o diretor-presidente, a empresa investiu, só na Paraíba, cerca de R$ 1,7 bilhão nos últimos doze anos, o que corresponde a uma média de R$ 125 milhões por ano. Em termos de faturamento, a receita líquida da Energisa em toda a Paraíba em 2012 foi de R$ 1,1 bilhão, enquanto no ano anterior esse valor foi de R$ 973,288 milhões.

Logo em seguida, foi a vez do engenheiro eletricista Luís Eduardo Pinheiro, com a palestra “Aspectos operacionais”, na qual foram explanados temas como o combate a perdas e como se dá o controle das 65 subestações espalhadas em toda a Paraíba.

“O índice de perda de energia na Paraíba caiu de 28,34%, em 2009, para 12,60% no ano passado, representando uma redução de 15,74%. Se não tivéssemos conseguido essa diminuição, a Paraíba deixaria de arrecadar R$ 51 milhões por ano em ICMS e a perda em energia seria de 722 GWh por ano”, resumiu.

Para encerrar as atividades da manhã, o engenheiro eletricista e primeiro diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), José Mário Abdo, fez uma apresentação acerca do sistema elétrico brasileiro.

Além de comentar o mercado ainda promissor no Brasil (a variação anual do consumo no País tem sido, nos últimos anos, de 4,05%, enquanto a taxa europeia gira em torno de 0,1%) e de explicar a função de instituições competentes como Aneel, NOS e MME, o palestrante ainda reforçou a importância de promover momentos de contato com a mídia paraibana.

“Quase 30% da composição da tarifa de energia elétrica é de encargos e tributos, pouco menos do que a fatia representada pela compra de energia, que é de 37,8%. Esse tipo de informação é de interesse público. Por isso, acredito que esta é uma oportunidade maravilhosa de se discutir o setor elétrico em função da capacidade de multiplicação que a classe jornalística tem”, ressaltou.

Revista Edificar