João Pessoa 23/04/2019

Início » Notícias » Engenheiros que atestaram segurança em Brumadinho são presos

Engenheiros que atestaram segurança em Brumadinho são presos

A detenção foi cumprida pelo Ministério Público de São Paulo e pela Polícia Civil do estado

Dois engenheiros foram presos na manhã desta terça-feira (29), em São Paulo, após o Tribunal de Justiça de Minas Gerais expedir mandados de prisão, no último domingo (27) – dois dias depois do rompimento da Barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). A detenção foi cumprida pelo Ministério Público de São Paulo e pela Polícia Civil do estado. Em Minas, também foram cumpridos outros três mandados de prisão.

De acordo com o G1,  Makoto Namba e André Yum Yassuda foram presos no bairros de Moema e Vila Mariana, localizados na Zona Sul da capital paulista. Eles foram levados para a sede da Polícia Civil e devem ser ecaminhados para Minas Ainda não há informações sobre as prisões em MG. As ordens são de prisão temporária, com validade de 30 dias.

As ações, em SP, estão sendo coordenadas por promotores do núcleo da capital do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP de São Paulo, e pelo Departamento de Capturas (Decade) da Polícia Civil paulista.

A operação também conta com o apoio da Polícia Federal de São Paulo, que cumpre dois mandados de busca e apreensão em empresas que prestaram serviços para a Vale. A corporação vai investigar se houve fraude em documentos técnicos feitos por empresas contratadas pela corporação.

Por meio de nota, a Vale, disse que está colaborando plenamente com as autoridades, além de dar apoio às famílias atingidas.

Minuto ao Minuto