Entenda as rezões políticas e sociais do novo álbum de Beyoncé

Entenda as rezões políticas e sociais do novo álbum de Beyoncé

beyoncé-formation_destaque-682x1024O mais novo álbum da Queen Beyoncé lançado na madrugada de domingo (24) gerou muita expectativa nos fãs, inclusive pelo nome: “Lemonade”, ou em português limonada, que tem gerado muitas especulações. Mas, por que limonada?

Uma das possíveis explicações está, claro, baseada na desconstrução de preconceitos, que nos últimos trabalhos, a cantora tem trazido cada vez mais a tona as questões raciais. Para além disso, sempre existiu um mito que limão torna a pele mais clara. Então, desde a escravidão os negros bebiam limonada acreditando nisso. Nos dias atuais com o racismo ainda muito presente, as pessoas ainda usam limão na tentativa de deixar partes do corpo mais claras.

Só que com a Bey as coisas funcionam diferente: deram um limão a ela e ela fez uma limonada. E isso se comprova pelo fato de que na música “Freedrom” do novo álbum a avó da rainha fala “Eu tive meus altos e baixos, mas eu sempre encontrei a força interior para me reerguer. Me deram limões e eu fiz uma limonada!”.

O bom disso tudo é que tem gerado muita discussão sobre o preconceito entre os fãs desde quando a desconstrução do racismo passou a fazer parte da luta através da arte da Beyoncé. E isso é maravilho, porque apesar de muita gente estar esperando um álbum genérico e com hits ela vem pra causar e AFROntar. Quem pode, pode né? Afinal ela já é dona da porra toda e não precisa agradar mais a muita gente!

Correio da Bahia