Envolvente e intenso, Santos despacha Palmeiras na Vila e assume a vice-liderança do Brasileiro

Envolvente e intenso, Santos despacha Palmeiras na Vila e assume a vice-liderança do Brasileiro

Em jogo de seis pontos na briga pelo topo do Campeonato Brasileiro, o Santos recebeu o Palmeiras, na Vila Belmiro, e, após uma apresentação impecável, venceu por 2 a 0. Com a vitória, o time comandado por Jorge Sampaoli chega a 47 pontos e supera o Alviverde, que tem a mesma pontuação, nos critérios de desempate, e toma a vice-liderança de seu rival. Intensidade e vantagem santista Jogando na Vila Belmiro, o Santos começou a partida em ritmo acelerado e sufocou o Palmeiras nos primeiros 20 minutos.

Com um meio de campo sem um marcador nato, o Peixe contou com avanços de Diego Pituca, Sánchez e Jean Mota para ajudar o trio de atacantes. Depois de criar e levar perigo por baixo, o Peixe abriu o placar pelo alto: cobrança de falta de Carlos Sánchez e cabeceio livre de Gustavo Henrique, sem chances para o goleiro Jailson Pouco depois, aos 17, a blitz santista continuou com um gol de Marinho, em posição legal, aproveitando rebote do arqueiro alviverde.

O tento chegou a ser anulado, mas em seguida, após análise do VAR, foi validade.  A intensidade alvinegra era tanta, que aos 20 minutos o time de Jorge Sampaoli já tinha impressionantes oito finalizações, contra apenas duas dos palmeirenses. Só do meio para o fim da primeira etapa é que o Palestra reagiu.

Os visitantes levaram algum perigo em chutes de Gustavo Scarpa e Dudu, mas não conseguiram diminuir a vantagem. Willian é expulso e Santos administra vitória No segundo tempo, o Peixe não mudou sua postura e seguiu com atuação muito segura na Vila Belmiro. Além de atacar com qualidade, a equipe santista também desempenhou um papel muito sólido em seu sistema defensivo.

As melhores chances da partida continuaram sendo da equipe mandante. Jean Mota e Lucas Veríssimo chegaram perto de marcar o terceiro, mas nos dois lances, a jogada foi invalidada por alguma irregularidade. O que já era um passeio santista, ficou ainda pior para o Palmeiras. Aos 24, Willian Bigode deu entrada dura em Diego Pituca, que ficou caído.

Pouco depois, após análise do VAR, a arbitragem decidiu expulsar o atacante palmeirense. Nos minutos finais, restou ao Santos trocar passes e administrar a vantagem com tranquilidade até o apito final. Fim de papo e triunfo alvinegro na Vila.

O Gol