Estado sofre redução de R$ 42 milhões de FPE e governo RC pode atrasar folha de pessoal

dinheiro bomApós o estado sofrer uma redução de cerca de R$ 42 milhões no Fundo de Participação dos Estados (FPE) em relação a 2015, a folha de pagamento de pessoal, paga pelo governo Ricardo Coutinho (PSB), sempre no mês trabalhado, pode ter atraso no início de 2016.

De acordo com o secretário da Receita Estadual, Marialvo Laureano, o primeiro FPE deste ano foi de R$ 93 milhões. No mesmo período do ano passado, o governo recebeu o montante de R$ 135 milhões. Em 2014, o repasse foi de R$ 156 milhões.

Em entrevista ao portal MaisPB, o secretário de Planejamento e Finanças, Tárcio Pessoa, revelou que o Estado pode deixar de pagar ao servidor dentro do mês trabalhado como vinha fazendo. A declaração foi feita no início desta tarde. Tárcio, entretanto, evita falar de reajuste e muito menos de”atraso”. Para ele a situação se trata de uma  “mudança de política de pagamento dentro”.

“O nosso esforço é continuar pagar em dia, mas possibilidade é real de utilizarmos a última quota do mês do FPE para pagar o funcionalismo no mês subseqüente”, revelou Tárcio. O Estado tem até o quinto dia útil do mês posterior para quitar a folha.  A primeira parcela do FPE de janeiro foi de R$ 93 milhões. Em 2015 foram R$ 139 milhões. Segundo o secretário, o estado começa o ano com queda de R$ 80 milhões nas receitas em comparação com 2015.

 

Blog do Gordinho