“Estávamos preocupados”, comenta Renato Gadelha sobre candidatura de Maranhão ao governo

O deputado Renato Gadelha (PSC) disse, nesta terça-feira (5), que estava preocupado com a possível candidatura do senador José Maranhão (PMDB) ao Governo do Estado no próximo ano. As declarações acontecem após o aceno do governador Ricardo Coutinho (PSB) em receber apoio do PMDB mas continuar com candidato socialista protagonizando a chapa nas eleições em 2018.

“Estávamos preocupados com essa possível candidatura de Maranhão, mas isso nos ajuda. Anteriormente o secretário do partido, Antônio de Sousa, já havia dito que o PMDB jamais seria auxiliar do PSB, isso mostra que não tem outro caminho senão as oposições continuarem unidas para vencer as eleições do próximo ano. Tenho certeza que no próximo ano a oposição será vitoriosa”, disse Gadelha.

Para Renato Gadelha, o senador peemedebista não vai aceitar apoiar o PSB – o que já aconteceu no segundo turno das eleições em 2014 – e ser coadjuvante da próxima eleição. “Maranhão jamais se curvará ao domínio do governador. Um partido grande e histórico como o PMDB não ser curvará diante desse aceno do governador Ricardo Coutinho que João Azêvedo será candidato e o PMDB será coadjuvante”, analisou o deputado.

A partir disso, Gadelha teceu alguns comentários sobre a aproximação entre José Maranhão e Ricardo Coutinho, que se intensificou nas últimas semanas – onde inclusive, o governador confirmou agenda marcada com o senador. “Pelo visto, se o governador diz na televisão, em público, que o candidato é João Azêvedo e que se Maranhão quiser venha de auxiliar, tenho certeza que isso não vai acontecer. Maranhão jamais vai deixar de ser senador, para ser um auxiliar do candidato do governador”, disse.

Ao ser questionado com relação a José Maranhão ser o candidato das oposições, Gadelha afirmou que poderá sim. E aproveitou a oportunidade para tentar consertar a fala sobre preocupação com candidatura do peemedebista. “Fiquei preocupado porque Maranhão tem independência, é senador, tem um eleitorado muito firme no estado. Haja vistas eleição passada onde ele se elegeu senador, onde o candidato ao governo do seu partido teve apenas 10% dos votos. Isso mostra que a Paraíba vê Maranhão como uma grande personalidade, grande administrador, grande senador. E, ele sendo candidato com apoio do governador não seria hipócrita de dizer que não seria um candidato forte em condições de vencer o pleito”, afirmou.

Blog do Gordinho