Ex-BBB Adriana chora ao falar de sequestro: 'Estou com medo de tudo' - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Ex-BBB Adriana chora ao falar de sequestro: ‘Estou com medo de tudo’

ex-BBBAdriana se emocionou muito ao relembrar o sequestro-relâmpago que sofreu nesta sexta-feira, 6, na porta de sua casa no Recreio dos Bandeiras, na Zona Oeste do Rio. Muito emocionada – ela chorou várias vezes -, a ex-BBB falou com o EGO sobre os momentos de terror que viveu enquanto ficou refém de dois jovens, que a todo tempo ameaçavam matá-la, na manhã deste sábado, 7, e declarou: “Estou com medo de tudo.”

“Estava indo para Campos, passar o fim de semana com a minha mãe, quando aconteceu. Voltei da faculdade, depois de uma prova, e resolvi deixar o carro na rua mesmo. Subi para o meu apartamento para fazer uma mala pequena e desci cheia de coisas na mão também. Aí quando eu estava colocando tudo na mala, vi pelo reflexo do vidro que tinham dois garotos atrás de mim, que já chegaram colocando uma arma na minha cabeça e me enfiando dentro do carro. Não consegui ver o rosto deles direito, mas nem tinham cara de bandido. Não tinham nem 18 anos, com certeza. Foi tão de repente que cheguei a achar até que era pegadinha, nunca achei que is passar por isso na vida. A única coisa que fiz foi gritar “Calma, calma” para ver se algum vizinho me ouvia e eles começaram a me bater. Fiquei o tempo todo com a cabeça no meio dos joelhos e não podia me mexer nem um pouco que o menino que estava no banco de trás comigo, enquanto o outro dirigia, gritava: ‘Você tá tentando me olhar, né filha da p…? Vou te matar!’. Ele me ameaçou o tempo todo. Os dois estavam drogados com certeza. Não estavam no estado normal e estavam com um cheiro muito forte”, contO.

O objetivo dos jovens, segundo Adriana, era dinheiro. Os dois chegaram a levá-la até a agência de seu banco para sacar no caixa eletrônico, mas não conseguiram completar a operação e ficaram ainda mais transtornados. Ela não saiu do carro em momento nenhum e, quando se ofereceu para ir tentar conseguir o dinheiro, foi impedida por eles, que ficaram rodando durante bastante tempo com a ex-BBB antes de liberá-la em um terreno baldio. Muito nervosa, ela diz que não sabe nem dizer onde isso aconteceu.

“Fiquei muito calma enquanto estava no carro com eles. Não chorei, mas toda hora pedia para eles não me matarem. Quando o rapaz que estava dirigindo entrou na agência, eu virei para o outro e pedi: ‘Por favor, pelo amor de Deus, me deixa viver. Não me mata! (nesse momento Adriana se emociona muito) Eu dou tudo que vocês quiserem. Só não tira a minha vida. Deixa eu ir embora depois daqui’. Aí ele me contou que eles precisavam do dinheiro para acertar contas na favela”, relembra a ex-BBB, que conseguiu que eles ainda lhe deixassem ficar com seu material da faculdade – ela se forma em Odontologia em breve: “Quando eles me jogaram do carro, jogaram também a minha mala com meus livros e apostilas, que eu implorei para que eles não levassem. Era o trabalho de anos de estudo e eu não queria perder. Eles me deixaram em um lugar superdeserto… Chegaram a passar dois carros, que não quiseram parar, antes que um senhor me visse da janela da casa dele, que era em frente, e me emprestasse o celular para falar com a minha mãe. Cheguei a conseguir ligar para ela, mas os créditos do telefone dele acabaram e eu fiquei sem saber o que fazer. Muito desesperada!”

Adriana, ex-bbb, após ter sido sequestrada (Foto: Instagram / Reprodução)
Adriana manda recado no Instagram
(Foto: Instagram / Reprodução)

Apesar de sua relutância inicial por causa das ameaças dos sequestradores, Adriana acabou indo para a delegacia, onde teve a ideia de postar um recado no Instagram para que alguém de sua família a ajudasse. “Eu estava sem celular e não lembrava do telefone de ninguém, a não ser o da minha mãe e o do Rodrigo. Mas não conseguia falar com eles. Aí pedi o celular do policial emprestado e postei. Só depois pensei: ‘Meu Deus, como eu postei isso? Agora mesmo que eles vão me matar!’ Mas era a única forma que eu encontrei para avisar a todos”, declarou.

No momento, a ex-BBB está em casa acompanhada da família e se prepara para viajar para Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, onde vai passar uns dias recebendo o carinho de todos. O carro dela ainda não foi encontrado e ela não foi reconhecida pelos criminosos.

“Estou aqui em casa trancada, só tenho vontade de chorar. E estou com muito medo, porque eles sabem onde eu moro e podem querer voltar. Vou pra casa da minha mãe agora. Não vou conseguir ficar aqui, preciso me tranquilizar. Durante todo o tempo em que passei com eles só pensava na mamãe, no Rodrigo e em rezar. Agradeço a Ele por não terem abusado de mim, poderia ter sido pior. Não consigo nem mexer o pescoço de tanta dor por causa das agressões. Estou tomando calmante e relaxante muscular. Esse foi o pior momento da minha vida. Nasci de novo”, acredita.

Globo. Com