Ex-prefeito paraibano confessa ter assassinado professor, mas não fica preso: ‘legítima defesa’

O ex-prefeito de Umbuzeiro, Thiago Pessoa Camelo, se apresentou à Polícia Civil na última terça-feira (20) e confessou ter assassinado o professor e ex-candidato a vereador, Guilherme Barbosa, de 50 anos, no último domingo.

Em contato com o Portal MaisPB, o delegado responsável pelas investigações, Danilo Orengo, afirmou que o acusado justificou o crime por legítima defesa.

O ex-prefeito disse que teve uma desavença com o professor nesse dia e chegou a entrar em luta corporal. Diante da briga, eles foram separados, mas entraram em atrito novamente. Foi quando o Thiago pegou a arma e atiro contra a vítima, afirmou.

O acusado prestou depoimento e foi liberado. Ele será indiciado por homicídio qualificado e pode ser condenado a cumprir de 13 a 30 anos de prisão.

A Polícia Militar informou que a vítima foi assassinada com um tiro na axila direita e encontrada pela esposa.

MaisPB