Ex-presidiário e a mulher são assassinados a tiros em aldeia indígena no município de marcação - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Ex-presidiário e a mulher são assassinados a tiros em aldeia indígena no município de marcação

 1350419959392-sirene-policiaO ex-presidiário  Ednaldo Celestino da Silva, 31 anos, conhecido como ‘Valdinho’, e a sua companheira, que residiam no município de Alhandra, no Litoral Sul do Estado, foram executados a tiros na noite desta quarta-feira (28).

O duplo assassinato aconteceu   dentro da aldeia indígena Tramataia na cidade de Marcação, no Litoral Norte do estado a 62 km de João Pessoa.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar em Mamanguape (CIPM), capitão Alberto Filho, as vítimas estavam em frente de casa quando dois homens armados chegaram no local e efetuaram os disparos. O homem morreu em cima de uma motocicleta ao ser atingido com dois tiros na cabeça. A mulher tentou fugir, mas foi morta.

Os suspeitos do duplo homicídio ainda não desconhecidos. “Os moradores da aldeia não informaram sobre a autoria do duplo homicídio, mas acreditamos que a morte do casal tenha relação com o tráfico de drogas”, frisou Alberto Filho.

Redação