EXCLUSIVO: Luiz Antônio vence mais uma perseguição da Câmara de vereadores de Bayeux, e MPPB inocenta e arquiva processo de investigação sobre doações de cestas básicas e frangos em diversas comunidades carentes de Bayeux no período natalino - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

EXCLUSIVO: Luiz Antônio vence mais uma perseguição da Câmara de vereadores de Bayeux, e MPPB inocenta e arquiva processo de investigação sobre doações de cestas básicas e frangos em diversas comunidades carentes de Bayeux no período natalino

Na manha desta quarta-feira (10), Luiz Antônio, da cidade de Bayeux foi notificado através de um oficial de justiça para que o mesmo obtivesse ciência do arquivamento do processo investigatório ajuizado pelo o MPPB (Ministério Público da Paraíba).

Luiz Antônio foi denunciado ao MPPB por uma pessoa não identificada (anônima) no dia 25 de fevereiro de 2019, logo após o vereador Lico (PSB), fazer duras críticas na tribuna da Câmara Municipal de Bayeux, aonde o mesmo chegou a lhe acusar de ter desviado a merenda escolar para fazer distribuição de cestas básicas e frangos em diversas comunidades carentes da cidade.

Logo após tomar ciência do fato, o MPPB pediu para que Luiz Antônio se manifestasse da acusação no prazo de 15 dias. A defesa de Luiz Antônio foi elaborada através do Académico de Direito, Vinicius Braz, aonde foi juntada todas as provas lícitas possíveis para que Luiz Antônio tivesse o seu processo investigatório arquivado pelo MPPB.

Além de Luiz Antônio, o vereador Adriano Martins também foi investigado, porém também teve o seu processo arquivado.

Entenda o caso;

No dia 23 de dezembro de 2017, Luiz Antônio, ainda Prefeito de Bayeux, se juntou com amigos e correligionários para doar cestas básicas e frangos para mais de 20 associações e diversas comunidades carentes da cidade. Foram mais de 20 toneladas de alimentos entregues na véspera do Natal, levando comida para a mesa daqueles que mais precisam.

E logo após, os vereadores da oposição naquele momento iniciaram um árdua perseguição a Luiz Antônio, o acusando de ter desviado alimentação da merenda do Município, e daí uma pessoa anônima levou o caso ao Ministério Público da Paraíba, aonde foi aberto um processo investigatório para apurar de onde saiu os alimentos. Porém, ficou provado, que as cestas básicas e frangos foram doados por amigos e correligionários, levando ao MPPB arquivar o processo.