Expedito diz que ano foi de vitória - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Expedito diz que ano foi de vitória

prefeito expeditoO prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (PSB), tem experiência na gestão da cidade: ele já foi prefeito e, 11 anos depois, retorna à incumbência de geri-la. Dessa forma, ele já sabia o que lhe aguardava quando assumiu no começo do ano e estava preparado para superar os desafios. Na análise do prefeito, a cidade estava “desbagaçada” e com muitos problemas jurídicos e administrativos, como débitos no pagamento de conta de energia, água, do INSS, aposentadoria, precatórios e fornecedores. Expedito informou que a cidade estava impedida de receber recursos federais por causa da inadimplência.

Portanto, o primeiro ano do mandato foi para arrumar a casa e regularizar a situação do município. Para Expedito, 2013 foi um ano de vitória para a educação, com a matrícula de mais de mil alunos na rede municipal e na saúde, com a reforma de 10 Unidades Básicas de Saúde (USF) e regularização do atendimento. “Ano passado eu paguei 14 folhas de pessoal, pois a de dezembro de 2012 estava atrasada, e regularizei os débitos da prefeitura. Posso dizer que foi um ano difícil, mas que conseguimos superar os desafios”, analisou.

Para 2014, o prefeito acredita que o ano será ainda mais positivo para Bayeux, com o volume de obras e projetos que ele pretende executar a partir deste mês, como a pavimentação de várias ruas. A prefeitura também vai construir uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) vizinho ao prédio da prefeitura, várias quadras poli-esportivas e creches em diversos pontos da cidade. “A cidade também vai ter mais 3.300 casas, 2 mil pelo projeto Pró-Moradia, da Cehap, e 1.300 pelo Minha Casa, Minha Vida. Vamos tirar 900 famílias que vivem em comunidades praticamente dentro do mangue, em situação de extrema pobreza”, adiantou.

Expedito Pereira também antecipou que vai reabrir o Centro de Formação dos Professores (Cefor), o serviço de pronto atendimento de ortopedia do ambulatório, com Centro de Imagem e a maternidade. Ele também informou que vai construir uma nova USF no bairro Mário Andreazza e reformará as outras 18 unidades da cidade.

Jornal Correio da Paraíba