Uma explosão de gás em uma maternidade em Cuajimalpa, na Cidade do México, matou 7 pessoas

Explosão de gás em maternidade mata ao menos quatro bebês e fere 73 na Cidade do México

explosão no MexicoBombeiros trabalham para apagar chamas, em foto do subprefeito de Cuajimalpa, Miguel Ángel Salazar

CIDADE DO MÉXICO — Uma explosão de gás em uma maternidade em Cuajimalpa, na Cidade do México, matou ao menos sete pessoas, incluindo quatro bebês, e deixou 66 feridos, sendo nove em estado grave. Segundo o prefeito Miguel Ángel Mancera, um caminhão que abastecia o hospital com o produto teve a mangueira arrebentada e causou a explosão pouco após as 7h (locais). Um número desconhecido de pessoas estaria presas nos escombros.

Autoridades de emergência alertaram para o colapso do prédio após a explosão. Inicialmente, o prefeito indicou que havia 54 feridos.

Mais de 40 pessoas foram deslocadas para hospitais próximos ao local. A maior parte dos ferimentos foi causada pelos vidros quebrados, e não seria grave.

Segundo Mancera, cerca de 30 a 40% do hospital teria sido danificado, que teria espaços sob risco de desabamento.

— Temos que ver o que pode ser utilizado e o que não — informou o prefeito.

O secretário de proteção civil da Cidade do México, Fausto Lugo, disse à rede Televisa que a prioridade das operações agora está em resgatar pessoas que poderiam estar sob escombros.

O globo