Farra de cartões pode finalmente chegar ao fim