Felipão: Neymar tem de infernizar os rivais - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Felipão: Neymar tem de infernizar os rivais

INFERNO RIVALOs dribles de Neymar, que podem irritar os adversários e causar lesão no atacante, não preocupam o técnico Luiz Felipe Scolari. Contra o Panamá, no amistoso de terça, em Goiânia, o jogador deu “rolinho” (bola por baixo das pernas), chapéu, bicicleta e marcou um dos quatro gols da Seleção. Ainda recebeu um cartão amarelo por discussão após uma falta sofrida.

 

“O Neymar só não vai driblar se eu o deixar aqui na Granja Comary. Ou então colocá-lo como zagueiro central. Ele tem que driblar, infernizar a vida dos adversários. Cabe ao árbitro coibir a violência, não ao Neymar mudar sua forma de jogar para evitar lesão”, disse Felipão, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

 

Neymar se apresentou à seleção brasileira em fase final de recuperação de uma lesão no pé esquerdo, sofrida em 16 de abril, em jogo do Barcelona, seu clube. Segundo o jogador, ele ainda não está 100%, mas deve participar dos 90 minutos na partida amistosa desta sexta-feira, ante a Sérvia, em São Paulo.

 

Felipão disse também que orienta Neymar e os outros atletas para evitarem cartões amarelos por reclamação, como o que o jogador recebeu contra o Panamá. Na Copa do Mundo, acúmulo de dois cartões amarelos gera a suspensão no jogo seguinte. “Tem que respeitar o árbitro e os bandeirinhas. Essa é a orientação”, disse Felipão.