Fla não aproveita expulsão e empata com Goiás, mas mantém rival fora do G-4

MengoO Flamengo não conseguiu completar sua trinca contra o Goiás e apenas empatou por 1 a 1 na noite deste sábado, no Maracanã, pela 33ª rodada do Brasileirão. Apesar de atuar com um jogador a mais desde os 31 minutos do primeiro tempo – o meia Hugo foi expulso – o time da casa cedeu a igualdade. O resultado é pior para o Goiás, que poderia entrar no G-4 em caso de vitória e até ‘dormir’ na vice-liderança.

Hernane abriu o placar para o Flamengo no início do segundo tempo, após passe de Paulinho. Mesmo com desvantagem numérica, o Goiás empatou em cabeçada de Rodrigo, aos 17min. O time da Gávea segue no meio da tabela, com 45 pontos, na 9ª colocação. O Goiás se mantém em 5º, com 53 pontos, mesmo número do Botafogo, que tem mais vitórias e joga neste domingo.

O Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira, contra o São Paulo, às 21h50, no estádio Novelli Júnior, em Itu. O Goiás recebe a Ponte Preta no mesmo dia, às 19h30, no estádio Serra Dourada.

A surpresa nas escalações ficou pelo lado do Flamengo, que poupou alguns titulares por conta da sequência de jogos. O meia Adryan recebeu uma chance entre os titulares, a segunda em todo Brasileirão. O jogo começou em ritmo intenso, com os dois times trocando poucos passes laterais e buscando o ataque em velocidade sempre que tinham a bola.

A primeira chance de perigo foi da equipe visitante, aos 7min. Léo Bonatini recebeu lançamento em profundidade, cortou a marcação de André Santos e chutou na trave na saída de Paulo Victor. O Flamengo respondeu cinco minutos depois. Após cruzamento para a área, Gabriel fez o pivô e ajeitou para Hernane. O atacante soltou a bomba de primeira, no meio do gol, mas Renan fez boa defesa.

O duelo passou a ficar nervoso, com três amarelos em um intervalo de apenas oito minutos. O clima quente culminou na expulsão do meia Hugo. O jogador já tinha cartão amarelo e foi excluído após empurrão por trás em Amaral. O árbitro Jailson Macedo se mostrou confuso e só apresentou o vermelho  após reclamação dos jogadores do Flamengo e aviso do auxiliar.

O ritmo do jogo caiu após o lance. Com exceção de uma falta lateral cobrada por David no travessão que assustou o goleiro rubro-negro, os times não criaram mais oportunidades. Na saída de campo, o zagueiro Rodrigo não poupou palavras e criticou duramente o companheiro Hugo.

“Mais uma vez a irresponsabilidade de um jogador nosso, que já havia sido expulso na Copa do Brasil por discussão em campo. Aconteceu novamente”.

Na volta do intervalo, o Flamengo fez duas mudanças para tentar explorar a vantagem numérica. Diego Silva entrou na vaga do volante Amaral, que tinha cartão amarelo, e Rafinha ganhou o lugar de Gabriel. E a vantagem veio de maneira rápida. Aos 5min, Adryan lançou Paulinho, que encontrou Hernane livre na área. Com um toque, o camisa 9 colocou o time da casa em vantagem no placar.

O jogo ficou perigoso para o Goiás, que teve que se expor para tentar buscar a igualdade. Paulinho teve boa chance para ampliar aos 11min, mas o chute passou raspando a trave de Renan. Quando parecia que nada daria certo, o Goiás encontrou o empate. William Matheus cobrou falta da direita, Rodrigo subiu mais que os adversários e cabeceou no ângulo esquerdo, sem chances para Paulo Victor.

A partida caiu um pouco de ritmo e a torcida do Flamengo começou a dar sinais de insatisfação. Jayme de Almeida tentou dar mais movimentação ao time trocando Adryan por Nixon. Mas já era tarde e as duas equipes mantiveram o empate até o final da partida.


Campeonato Brasileiro neste sábado18 fotos

17 / 18

Adryan, do Flamengo, domina a bola no peito em partida contra o Goiás, no MaracanãLeia mais Alexandre Vidal/Fla Imagem

FLAMENGO 1 X 1 GOIÁS

Data: 09/11/2013 (sábado)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira e Adson Marcio Lopes Leal 
Cartões amarelos:  Amaral (FLA) Amaral, Hugo (GOI)
Cartão vermelho: Hugo (GOI)
Gols:  Hernane, aos 5min, e Rodrigo, aos 17min do segundo tempo

FLAMENGO
Paulo Victor, Digão, Wallace, González e André Santos; Amaral (Diego Silva), Luiz Antônio, Gabriel (Rafinha) e Adryan (Nixon); Paulinho e Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

GOIÁS
Renan, Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Amaral, David, Hugo e Renan Oliveira (Thiago Mendes); Eduardo Sasha (Dudu Cearense) e Léo Bonatini (Welinton Júnior)
Técnico: Enderson Moreira

 

Uol