americano Jon Jones foi pego no exame antidoping surpresa por ter consumido benzoilecgonina

Flagrado no antidoping por uso de cocaína, Jon Jones começa tratamento

jon jones ufcJon Jones em foto de arquivo

RIO – Um dos maiores nomes da história do MMA e líder do ranking peso-por-peso do UFC, o americano Jon Jones foi pego no exame antidoping surpresa feito no dia 4 dezembro, por ter consumido a substância benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína. O campeão dos pesos meio-pesados do UFC, que não corre o risco de perder o cinturão por conta do episódio, já deu entrada em um centro de reabilitação para usuários de drogas.

Como a benzoilecgonina não é proibida fora do período de competição, Jones não foi retirado do card do UFC 182, sábado, quando, em sua oitava defesa do cinturão, derrotou o compatriota Daniel Cormier por decisão unânime dos juízes. E como o combate aconteceu apenas no dia 3 de janeiro, a comissão atlética não pôde suspender o lutador.

Ao ‘Yahoo Sports’, Jones escreveu uma mensagem relatando seu drama e pedindo desculpas:

– Com o apoio da família, dei entrada em um centro de tratamento para usuários de drogas. Eu quero me desculpar com minha noiva, minha filha, assim como com a minha mãe, meu pai e meus irmãos pelo erro que cometi. Também quero me desculpar com o UFC, meus técnicos, meus patrocinadores e, igualmente importante, meus fãs. Estou entrando em um programa de tratamento muito sério. Portanto, neste momento, minha família e eu apreciaremos nossa privacidade – escreveu Jones.

Apesar de não esconder a decepção com o ocorrido, o UFC mostrou-se solidário a Jones. Abaixo, o comunicado da entidade.

“Nós apoiamos a decisão do campeão dos pesos meio-pesado Jon Jones de entrar em unidade de tratamento de drogas para resolver seu problema recente. Enquanto estamos desapontados por ele ter falhado no teste, nós o aplaudimos por ter tomado essa decisão de se submeter ao tratamento. Jon é um lutador forte e corajoso dentro do octógono e nós esperamos que ele lute contra esse problema com o mesmo porte e diligência. Nós levamos a sua decisão e estamos ansiosos para que ele se torne um homem melhor como resultado”

CORMIER DESEJA SORTE

Desafeto de Jones, Cormier mostrou solidariedade ao rival:

– Estou ciente do exame de Jon e se há algo para ser dito é isso: existem muitas pessoas que você impactou, então fiquem juntos. Boa sorte na sua reabilitação – disse, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

O Globo