Flamengo vence Bangu e se garante nas semifinais do Carioca

Flamengo vence Bangu e se garante nas semifinais do Carioca

marcelo cirinoMarcelo Cirino ajudou a construir a vitória por 3 a 0 

O Flamengo não deu chance ao azar e venceu o Bangu por 3 a 0 no Moacyrzão, na tarde deste domingo (17 de abril). Com o resultado, a equipe da Gávea sacramentou a classificação para às semifinais do Campeonato Carioca, avançando em quarto lugar, com 12 pontos. Marcelo Cirino, Paolo Guerrero e Jorge marcaram os gols do jogo.

Na disputa por uma vaga na final, o Fla vai encarar o Vasco no próximo domingo, em jogo único. Antes, porém, os comandados de Muricy Ramalho recebem o Confiança na quarta-feira, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O Flamengo perdeu o jogo de ida por 1 a 0, e precisa reverter a desvantagem.

Já o Bangu encerrou a Taça Guanabara na sétima colocação e fica fora das semifinais da Taça Rio.

O Jogo – O Flamengo entrou em campo determinado a conseguir a vitória que o colocaria nas semifinais do Carioca, e foi para o ataque desde o início da partida. O Bangu, porém, que ainda tinha esperança de disputar as semifinais da Taça Rio, se armou bem defensivamente e tentava escapar nos contra-ataques.

Na busca pelo gol, Muricy colocou sua equipe explorando os lados do campo, com o argentino Mancuello caindo pela esquerda e Cirino pela direita. O Fla, entretanto, tinha dificuldade de penetrar na área adversária. Com isso, as primeiras jogadas de gol surgiram de lances de fora da área, como nos chutes de Mancu aos 12 e aos 14 minutos.

 

O Bangu, que havia perdido seu principal jogador, o meia Almir, aos 19 por contusão, só conseguiu uma boa oportunidade de marcar aos 35. Magnum recebeu pelo meio e arriscou o chute, mas Paulo Victor fez a defesa. Na sequência, o Rubro Negro abriu o placar. A jogada começou pela direita com Rodinei, que tocou para Arão próximo ao bico da área. O volante viu Cirino do outro lado e cruzou pelo alto. O atacante foi mais rápido que o marcador e, do bico da pequena área, tocou de primeira cruzado, sem chances para Célio Gabriel.

O Bangu ainda teve uma chance de empatar antes do intervalo. Aos 45, Giovanni quase marca de cabeça após cruzamento de Magno. O segundo tempo em Macaé começou movimentado. Logo no primeiro minuto, Guerreiro recebeu cruzamento da direita e acertou belo chute, mas a bola foi pela linha de fundo. O Bangu respondeu na sequência com Giovanni acertando cabeçada para o chão após cruzamento da esquerda, que Paulo Victor apareceu para defender.

O Bangu voltou a assustar aos oito. Falta pela direita do ataque e Magnum cobrou direto. Paulo Victor tocou na bola e ela bateu no travessão antes de sair em escanteio. O Bangu retornou dos vestiários mais determinado, dificultando o esquema de marcação Rubro-Negro. Com Allan Patrick apagado, Muricy colocou Ederson em campo aos 11, mas continuava insatisfeito com a postura de equipe. Na parada técnica, gesticulou bastante, aparentando cobrar mais empenho dos jogadores.

Aos 22, a resposta quase veio. Mancuello cobrou falta na cabeça de Wallace, mas a bola foi para fora. Aos 36, porém, Guerrero não desperdiçou e ampliou a vantagem do Fla. Cirino cruzou, o zagueiro Anderson Penna não conseguiu afastar e o peruano mandou para o fundo do barbante.

O placar foi fechado aos 45 com um gol do lateral Jorge. Após cruzamento na área, o goleiro do Bangu saiu de soco, mas a bola sobrou para o jovem lateral aproveitar o rebote e deixar a sua marca: 3 a 0.

FICHA TÉCNICA:
BANGU 0 X 3 FLAMENGO

Local: estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 17 de abril de 2016, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortês
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Diogo Carvalho Silva
Cartões amarelos: Giovanni Carioca (Bangu); Juan (Fla)
Gols:
FLAMENGO: Marcelo Cirino, aos 38min do 1º tempo. Paolo Guerrero, aos 36, e Jorge, aos 45min do 2º tempo

BANGU: Célio Gabriel; Paulo Barrach (William Amendoim), Rafael Fernandes, Anderson Penna e Guilherme; Mauro, Júnior, Giovanni, Almir (Magno) e Magnum; Igor de Paula (Carlinhos)
Técnico: Mário Marques

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Juan, Wallace e Jorge; William Arão, Cuéllar, Mancuello (Chiquinho) e Alan Patrick (Ederson); Marcelo Cirino (Gabriel) e Paolo Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho

Fox Sports