Fluminense empata com o Bonsucesso no Maracanã - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Fluminense empata com o Bonsucesso no Maracanã

fluminenese e bomsucessoRIO – A volta de Fred após quatro meses fora dos campos e o reencontro de Conca com o Maracanã animaram a torcida do Fluminense, que esqueceu a derrota para o Madureira na estreia do Carioca e compareceu em bom número ao estádio nesta quinta-feira. Mas o apoio dos torcedores e o reforço do atacante não foram suficientes para evitar o segundo tropeço do tricolor, que empatou em 1 a 1 com o Bonsucesso, nesta quinta-feira, e desapontou os cerca de 18 mil torcedores presentes. O time das Laranjeiras é o 12º colocado, com apenas um ponto em duas rodadas, e na próxima rodada vai enfrentar o Nova Iguaçu, em Volta Redonda.

– Lamentavelmente, a gente não conseguiu o resultado que queria, mas têm mais jogos pela frente. Temos que continuar trabalhando. Sabemos que podemos melhorar muito – avaliou Conca ao deixar o campo.

TABELA: Jogos e classificação do Carioca 2014

No primeiro tempo, a torcida do Fluminense viveu emoções nos dois lados do campo. Se na frente, a dupla Fred e Rafael Sóbis mostrava que o antigo entrosamento resistiu ao período de inatividade do camisa 9, na defesa as velhas falhas também se fizeram presente, permitindo ao frágil Bonsucesso seguidas oportunidades de marcar.

As primeiras chances foram da equipe da Zona Norte, embora sem perigo. Logo o Fluminense tomou conta do jogo e, aos nove, Rafael Sóbis completou triangulação com Conca e Fred na entrada da área, mas a bola desviou na marcação e saiu rente ao travessão. Homenageado pela torcida, que usou máscaras com o seu rosto na arquibancada, o argentino só apareceu neste lance na primeira etapa. Mesmo com o meia em noite pouco inspirada, o tricolor continuou pressionando. Aos 12, o goleiro Rodrigo fez ótima defesa em chute de Rafael Sóbis.

O problema era que, mesmo atacando pouco, o Bonsucesso sempre chegava com perigo. Como na cabeçada de Luiz Otávio, ao 13, por cima do travessão. O Fluminense insistia, mas Jean, de fora da área, e Fred, após ótima jogada de Bruno pela direita, chutaram alto demais. Aos 29, Carlinhos e Elivelton apareceram livres na área após lançamento da direita, mas o zagueiro se atrapalhou no domínio e a bola saiu pela linha de fundo. A resposta do Bonsucesso veio em chute de Nill, rente ao travessão. Em outra boa chance do Flu, Gum recebeu sozinho no bico da pequena área mas chutou longe do gol. Aos 45, Carlinhos cabeceou na trave esquerda de Rodrigo, e Elivelton chegou a marcar no rebote, só que o lance foi anulado por impedimento.

Rafael Sóbis acerta a trave nos acréscimos

Jogando de camisa branca no segundo tempo – a tricolor, usada na etapa inicial, causou confusão com o uniforme adversário -, o Fluminense apresentou outra novidade: a pontaria melhorou. Aos nove minutos, Carlinhos entrou na área e, de pé direito, acertou um belo chute cruzado, no ângulo de Rodrigo, fazendo 1 a 0 para o time das Laranjeiras. Um presente para o lateral-esquerdo, que completou 27 anos nesta quinta-feira. Logo depois, no entanto, Carlinhos foi substituído por Chiquinho, que errou todos os cruzamentos que tentou.

Mais uma vez, uma falha defensiva levou a torcida do Flu ao desespero: após passe errado de Bruno, Renan tabelou pela esquerda e cruzou para a pequena área, mas Lipe não chegou a tempo de concluir para o gol. O Fluminense recuou após conseguir a vantagem, e permitiu ao Bonsucesso, pela primeira vez, tomar conta das ações, explorando a velocidade de Renan, que entrou em campo justamente após o gol tricolor, no lugar de Yago Morais.

O Fluminense só voltou a atacar aos 35, mas Fred não aproveitou o bom passe de Conca e chutou em cima de Rodrigo. E no contra-ataque, veio o castigo: Lipe recebeu na área e ajeitou de calcanhar para Nill bater de primeira e empatar o jogo. Com Biro Biro no lugar de Diguinho, o time tricolor tentou uma pressão final, mas na única boa jogada, Rafael Sóbis tabelou com Conca pela esquerda e chutou rente à trave do Bonsucesso. Nos acréscimos, Sóbis cobrou falta de longe, Rodrigo se atrapalhou para espalmar mas deu sorte: a bola bateu na trave direita, no último lance do jogo.

FLUMINENSE 1 X 1 BONSUCESSO

Estádio: Maracanã, em Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 23/1/2014 – 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Auxiliares: Luiz Felipe Scofield Guerra Costa (RJ) e Paulo Vitor Paladino Carneiro (RJ)

Público/Renda: 15.357 pagantes, 18.122 presentes/ R$ 362.525,00

Cartões amarelos: Gum (Fluminense); Marlon (Bonsucesso)

Gols: Carlinhos, 9’/2ºT (1-0); Nill, 35’/2ºT (1-1)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno (Rafinha, 29’/2ºT), Gum, Elivélton e Carlinhos (Chiquinho, 15’/2ºT); Valencia, Diguinho (Biro Biro, 38’/2ºT), Jean e Conca; Rafael Sobis e Fred – Técnico: Renato Gaúcho

BONSUCESSO: Rodrigo Viana, Iago Soares, Luiz Otávio, Da Silva e Marlon; Alexandre Carioca, Allan, Geovane (Michel, 38’/2ºT), Yago Morais (Renan, 11’/2ºT) e Nill; Samuel Lopes (Lipe, 18’/2ºT) – Técnico: Ricardo Barreto

o Globo.com