Fulgêncio ironiza críticas de Anastácio, diz que PT precisa se reinventar e sinaliza concurso público com fim da crise

Fulgêncio ironiza críticas de Anastácio, diz que PT precisa se reinventar e sinaliza concurso público com fim da crise

adalberto-fulgencioO secretário de Articulação Política de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio ironizou as críticas recebidas do deputado estadual Frei Anastácio, quando da sua desfiliação do PT para ingressar no PSD e justificou os cortes de gastos prometendo a prefeitura deverá fazer concurso público em um futuro próximo.

Fulgêncio afirmou que é católico (assim como Anastácio) e (ao que parece ser o contrário) aprendeu a não responder ofensas pessoais a não ser que sejam muito grave.

Já sobre o PT, o secretário afirmou que o partido precisa se reinventar, pois teve uma história de participação importante na história do país. “Não me sinto a vontade para opinar em relação ao que o PT vai fazer. Quando eu estava lá dava opinião e ultimamente estava perdendo muito”, afirmou.

Quanto ao corte de gastos na máquina pública, o secretário afirmou que não está cortando 3 mil pessoas, mas sim aproximadamente 800, mas com a possibilidade de abrir concurso em um futuro próximo, além de se comprometer em manter os serviços funcionando.

Os cortes feitos são um projeto de governo, de acordo com o secretário. Ele acrescentou que a austeridade tem que pesar pra todo mundo, inclusive para os que trabalham na prefeitura.

Esta decisão foi tomada em março, afirmou lembrando que “não é qualquer líder que diz que vai cortar na própria carne”. Os gastos com combustível, telefone, diárias e outros serão cortados e o secretário apontou que a gestão melhorou.

“Você tem a possibilidade de gerenciar melhor. Reduzimos em torno de R$ 2.8 milhões, só com Buffet foram R$ 800 mil. Com passagens aéreas mais R$ 800 mil. A redução na frota de veículos trouxe uma economia de R$ 100 mil ao mês e o mutirão fiscal arrecadou muito bem. Nesse momento, é isso que o prefeito pode propiciar a sua população”, destacou.

Marília Domingues